jun 22 2017

CIPA do CREDEQ realiza palestras sobre drogas


A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realiza nesta sexta-feira, 23 de junho, duas palestras, com o tema Alcoolismo, Tabagismo e Outras Drogas.

As preleções, que terão lugar na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Adulto, serão feitas pelos psiquiatras do CREDEQ – Prof. Jamil Issy Sávio Luiz Barbosa Severo e Luiza Ninon de Souza Melo. O primeiro colóquio acontece no período da manhã, entre 11 horas e meio dia. O segundo, à tarde, entre 16 e 17 horas.

De acordo com a diretoria da CIPA/CREDEQ, a intenção com o evento é ampliar o campo de informações dos colaboradores, tanto da área técnica, quanto administrativa da instituição, sobre o universo dos dependentes químicos, incluindo diagnósticos, abordagens, avaliações e terapias.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-arrecada-roupas-para-os-pacientes/

jun 21 2017

Credeq completa um ano de funcionamento com atendimento humanizado e referência entre especialistas

Gabriela Louredo

“Tem 10 anos que eu estou nessa vida de dependência química. Eu cheguei aqui aos pedaços. O Credeq conseguiu me modelar de novo, recuperar minha autoestima, minha dignidade”. As palavras são de Marcelo (nome fictício), que faz tratamento na unidade.

“Aqui a gente se sente de novo uma pessoa de verdade. É valorizada, é bem tratada. As pessoas olham nos olhos pra conversar, com carinho, com atenção de verdade. Eu estou impressionada com o tratamento daqui”, diz Sandra, outra interna de nome também fictício.

Com depoimentos como esses, o Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) Jamil Issy, em Aparecida de Goiânia, completa um ano no próximo dia 23 de junho. Desde o início até agora, já foram atendidas 383 pessoas até o último dia 13, sendo que 199 foram internadas para tratamento e 184 passam ou já passaram por acompanhamento ambulatorial (consultórios). 

Atualmente, 52 pessoas estão internadas na unidade – 35 homens, 15 mulheres e dois adolescentes. A boa notícia é que, a partir de julho, a unidade estará operando em plena capacidade e todos os 96 leitos serão disponibilizados para atender a grande demanda nesta área.

De acordo com o diretor-geral Cleison Rodrigues da Silva, o Credeq “representa um ganho extremamente positivo para a sociedade em face à problemática do uso de drogas que tem crescido de forma exponencial”.

O fácil acesso às drogas, sobretudo o crack, cuja pedra pode ser encontrada entre R$ 5 e R$10, é um dos principais fatores, por isso, segundo ele, o funcionamento do centro é imprescindível dada a baixa disponibilidade de leitos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em hospitais e clínicas para a recuperação dessas pessoas. “O Credeq tem encarado esse problema de frente, ao contrário do que temos visto”, afirma. 

Atendimento individualizado e humanizado
A porta de entrada no Credeq são os Centros de Assistência Psicossocial (Caps) ou as Secretarias Municipais de Saúde, que mantêm contato com o Complexo Regulador Estadual para solicitar a vaga e este, por sua vez, faz o encaminhamento à unidade. Na chegada, os dependentes de álcool ou drogas ilícitas são submetidos a uma consulta de avaliação realizada por uma equipe multidisciplinar formada por psiquiatra, psicólogo e assistente social, entre outros profissionais.

Após a triagem, são dois os possíveis caminhos: seguir para internação, que dura no máximo 90 dias, ou para o tratamento ambulatorial, ambos procedimentos realizados na própria instituição. Em caso de internação, o primeiro passo é o processo de desintoxicação, que leva uma semana. Os internos ficam nas Unidades de Tratamento Residencial (UTR), com capacidade para alojar até quatro pessoas. Elas têm banheiro e ar condicionado.

O diferencial do Credeq é o acolhimento humanizado e individualizado dos dependentes, parte deles em situação de vulnerabilidade social. Por este motivo, a unidade pioneira no país já é considerada referência por especialistas da área.

Qualidade de vida

Além de ações clínicas, o atendimento conta com intervenções de apoio, como a Terapia Ocupacional, Musicoterapia, Nutrição e Educação Física. No dia a dia dos pacientes são desenvolvidas atividades que estimulam aspectos cognitivos, aprimoram as relações interpessoais, diminuem a ansiedade e elevam a autoestima. O objetivo é possibilitar a superação das dificuldades pessoais e a adaptação à vida em sociedade.

Os pacientes não são obrigados a praticar exercícios físicos, mas as atividades fazem parte do protocolo terapêutico. Eles são estimulados a fazer alongamentos e caminhadas de segunda a sexta-feira, das 6h50 às 7h30, e a escolher duas outras atividades físicas para realizar no curso da semana e no período matutino. 

As visitas ocorrem aos sábados e os familiares recebem orientações dos profissionais. Cleison explica que o tratamento é muito dinâmico porque se trata de um transtorno que tem controle, mas não cura.

“Cada paciente tem o que a gente chama de Programa Terapêutico Singular e as equipes fazem tanto o atendimento individual quanto o atendimento em grupo. São desenvolvidos mecanismos para a prevenção de recaídas e a reinserção social dessas pessoas”, diz Cleison. Após receberem alta, os pacientes continuam sendo acompanhados pelas equipes.

Perfil dos internos
Segundo levantamento realizado pela Organização Social Associação Comunidade Luz da Vida, que administra o Credeq, os pacientes atendidos até agora são oriundos de 23 municípios goianos, a maioria da Região Metropolitana de Goiânia. A faixa etária predominante é de 29 a 37 anos.

Abertura do Núcleo Infanto-Juvenil
O atendimento do Credeq Jamil Issy foi ampliado com a abertura do Núcleo Infanto-Juvenil no início de junho. O acolhimento será feito de forma gradual. Com 36 leitos de internação, a unidade está abrigando atualmente três adolescentes.

Fotos: Marco Monteiro e Lailson Damásio (a  última da página)

Texto: Produzido pela jornalista Gabriela Louredo, da Imprensa do Governo de Goiás (Site Goiás Agora)

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-completa-um-ano-de-funcionamento-com-atendimento-humanizado-e-referencia-entre-especialistas/

jun 21 2017

Credeq utiliza cães na terapia de pacientes

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq – Aparecida de Goiânia) possui um trabalho terapêutico inovador: a “Cão Terapia”. Com o objetivo de mostrar como a interação com o animal ajuda na reabilitação de dependentes químicos, a unidade realiza momento com a imprensa local nesta quarta-feira, 21, às 10h.

Os cães ajudam no tratamento com os dependentes químicos, na medida em que durante as atividades, os pacientes exercitam habilidades sociais como paciência, perseverança, empatia e comunicação efetiva. A interação com os animais contribui para a liberação de hormônios, que aliviam dores e reduzem possíveis resistências ao tratamento.

Ao contrário do tratamento com equinos (equoterapia), cuja marcha produz estímulos neurológicos, por se assemelhar ao caminhar humano, o que acaba por estimular habilidades motoras, cognitivas e emocionais no paciente. Na “Cão Terapia”, também conhecida por Terapia Assistida por Animais, ou TAA, o víeis é psicológico e emocional, o que pode atuar como coadjuvante de outras terapias utilizadas no protocolo terapêutico.

Cães: Inicialmente, o Credeq está utilizando um casal da raça Golden Retriever, caracterizados por calmos, companheiros, sociáveis, familiares e adaptáveis ao ambiente de apartamento; tem por necessidade longas caminhadas diárias. Esse casal está no Núcleo Adulto Masculino. Na Ala Adulta Feminina tem um casal de Labradores Retriever, extremamente dócil.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-utiliza-caes-na-terapia-de-pacientes/

jun 12 2017

Em clima junino, CREDEQ recebe decoração temática

As comemorações juninas tiveram início no Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy). Única unidade pública de Goiás a mesclar atendimento clínico especializado às mais variadas e qualificadas terapias de apoio no tratamento à dependência química severa, a instituição está sendo decorada com a temática dos festejos populares que homenageiam os santos Antônio, São João Batista e São Pedro.

O layout também intenciona emoldurar as comemorações por um ano em atividade do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, que foi inaugurado há 47 semanas, exatamente no dia 23 de junho de 2016. A unidade de saúde tem 96 leitos (36 masculinos adultos, 24 femininos adultos e 36 infantojuvenis) e dois Ambulatórios. O público do CREDEQ – Prof. Jamil Issy apresenta uma faixa etária prevalente entre 27 e 45 anos de idade. O conceito CREDEQ foi criado em 2010.

Os saguões dos Ambulatórios Adulto e Infantojuvenil, assim como os três núcleos, o refeitório e o setor administrativo, começam a receber decoração. Bandeirinhas, balões, letreiros, legumes típicos da época e muita criatividade são alguns dos itens utilizados que estão sendo utilizados na ornamentação.

O trabalho está a cargo do Setor de Planejamento, o qual busca humanizar o setor hospitalar, aproximando o usuário o máximo possível da realidade vivida pelo paciente fora da unidade. O refeitório destinado aos funcionários também será enfeitado.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/em-clima-junino-credeq-recebe-decoracao-tematica/

jun 12 2017

CREDEQ elege duas mulheres à suplência da Cipa

A gerente de Enfermagem Moana Salviano e a psicóloga organizacional Léia Sandim foram eleitas suplentes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), para os próximos dois anos.

O resultado saiu no início da tarde de sexta-feira (9/5). Ao final da apuração, que somou 218 votos válidos, Moana teve 72 votos (33%) e Léia 19 (8,7%). O pleito foi marcado por um baixíssimo índice de votos inválidos – um voto nulo. Os nomes foram escolhidos pelos colaboradores da instituição durantes os dias 5 e 6 de junho, entre 6 e 17 horas, na sede do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

Concorrem para as duas vagas 19 profissionais, sendo seis do setor de Enfermagem, seis do Administrativo, dois da Manutenção Predial, dois da Área Multiprofissional, um da Segurança, uma Psicologia Organizacional e um da Educação Física. O pleito complementar decorreu tanto da necessidade de se substituir um membro da Comissão que não mais trabalha na instituição, como ainda em ampliar o número de participantes, devido ao aumento no número de funcionários contratados após o segundo processo seletivo.

Um terceiro nome será indicado pela Diretoria, após a proclamação do resultado eleitoral. A comissão eleitoral não agendou uma data para a posse. O pleito que elegeu os atuais componentes da Cipa/CREDEQ – Prof. Jamil Issy ocorreu entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro de 2016. Dos 15 candidatos, sete obtiveram o maior quantitativo de votos (53). Desse total, quatro serão efetivos e três suplentes. A vice-presidência é ocupada por Rosalino Ferreira da Silva (13 votos). O comando da Comissão é do gerente do Multiprofissional, o psicólogo Marcus Túlio Klein.

O objetivo da Cipa é preservar a saúde e a integridade física dos trabalhadores e de todos os que interagem com a empresa (aqueles que prestam serviço para a empresa). Cabe à CIPA investigar os acidentes e promover e divulgar o zelo pela observância das normas de segurança, bem como a promoção da Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT).

Aos trabalhadores da empresa compete indicar à CIPA situações de risco, apresentar sugestões e observar as recomendações quanto à prevenção de acidentes, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) e de proteção coletiva fornecidos pelo empregador, bem como submeter-se a exames médicos previstos em Normas Regulamentadoras, quando aplicável.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-elege-duas-mulheres-a-suplencia-da-cipa/

jun 02 2017

CREDEQ aperfeiçoa profissionais para receber adolescentes

Seis profissionais da área técnica do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), participam do curso de capacitação para atuarem com os pacientes do Núcleo Adolescente. Este setor está disponibilizando 36 vagas ao Complexo Estadual de Regulação, a partir deste 1º de junho.

A qualificação tem por objetivo aperfeiçoar o desempenho e apoiar o desenvolvimento dos processos, com consequente melhoria de resultados. O evento foi viabilizado pela Gerência de Enfermagem do Credeq – Prof. Jamil Issy. O treinamento acontece no segundo final de semana de junho, nos dias 10 (sábado) e 11 (domingo), respectivamente, nos horários de 8 às 18 horas e de 8 às 12 horas.

A habilitação será ministra pela professora Marisa Feffermann, no Centro de Ensino, Avaliação e Pesquisa de Goiás (CEAPG), no Jardim Planalto, em Goiânia. A palestrante é autora do livro Vidas Arriscadas: o cotidiano de jovens trabalhadores do tráfico (Petrópolis, Vozes, 2006). A obra, que é resultado de uma tese de doutorado defendida por Feffermann no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), busca as raízes psicológicas da crueldade, da compulsão, da astúcia e da angústia dos jovens que trabalham para o tráfico de drogas.

Além de psicóloga e professora da Faculdade de Educação e Cultura Montessori (FAMEC) e pesquisadora do Instituto de Saúde do Estado de São Paulo, Feffermann também é professora efetiva do Estado. Durante anos lecionou em regiões carentes na periferia da cidade. O curso será frequentado por Moana Salviano Neto (gerente de Enfermagem), Elis Marina Monteiro de Sousa (supervisora de Assistente Social), Geovanna Líscio Pereira (enfermeira), Gilmar Marques Batista (supervisor de Enfermagem), Kelly Christiane Silva Lima (supervisora de Psicologia) e Stefania Siqueira Rosa (supervisora de Terapia Ocupacional).

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-aperfeicoa-profissionais-para-receber-adolescentes/

jun 01 2017

Pacientes do CREDEQ recebem tratamento odontológico

Os pacientes do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), recebem tratamento odontológico preventivo e de restauração. O serviço, que se iniciou esta semana, somente será finalizado quando todos os pacientes da unidade, que é ligada a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), tiverem sido atendidos.

A iniciativa é da Gerência de Enfermagem, que fez uma parceria com a Coordenação da Saúde Bucal de Aparecida de Goiânia, vinculada à Secretaria Municipal da Saúde, em decorrência da alta demanda dos pacientes por tratamento odontológico. O consultório móvel, que contará com um cirurgião-dentista e uma atendente, está estacionado no Pátio do Ambulatório de Admissão Adulta da unidade, onde promoverá a assistência.

De acordo com a enfermeira Moana Salviano, gerente do setor, serão disponibilizados diversas intervenções terapêuticas, dentre as quais aplicação de flúor, restaurações e extrações. Os procedimentos mais especializados não serão efetuados, mas avaliados. Nessa circunstância, o paciente, depois de orientado quanto as suas necessidades odontológicas, será encaminhado para o sistema público do seu município.

Inicialmente, acontecerá a triagem dos pacientes e, posteriormente, o tratamento. O atendimento será realizado durante todo o dia, sempre entre 8 e 17 horas. O serviço odontológico ainda não integra o protocolo terapêutico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, onde são tratados casos severos da dependência química.

Há estudos, em estágios adiantados, para que a terapia bucal deixe de ser uma ação pontual e seja incorporada ao programa terapêutico.  A direção do CREDEQ – Prof. Jamil Issy compreende que os problemas odontológicos são os mais visíveis e dolorosos efeitos colaterais da dependência química.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/pacientes-do-credeq-recebem-tratamento-odontologico/

maio 31 2017

CREDEQ realiza palestra no Dia contra o Tabaco

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realizou nesta quarta-feira, no período da manhã, uma palestra sobre os efeitos negativos do cigarro produzidos para a saúde dos seres vivos. A preleção, resultante de uma parceria entre a Supervisão de Serviço Social e Programa Escola sem Drogas da Polícia Civil de Goiás (PESD/PC-GO), aconteceu no Anfiteatro de Musicoterapia do Núcleo Masculino e foi feita por um representante da instituição, Luiz Rômulo.

Na plateia os pacientes adultos (masculinos e femininos) internados no CREDEQ – Prof. Jamil Issy, para realizarem tratamento contra a dependência química. A explanação marcou o Dia Mundial de Combate ao Tabaco, também conhecido por Dia Mundial Sem Tabaco ou Dia Contra o Cigarro.

A data tem o objetivo de alertar aos fumantes sobre os perigos do tabagismo e para os benefícios de uma sociedade livre de cigarros. De acordo com a supervisora da Assistência Social, Elis Marina Monteiro, o evento foi uma oportunidade para encorajar as pessoas a terem um dia inteiro de abstinência total de tabaco no mundo todo.

De acordo com as estatísticas mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), morrem todos os anos aproximadamente 5,4 milhões de pessoas por doenças relacionadas com o tabagismo. No Brasil, o SUS gasta, anualmente, cerca de R$ 34 bilhões com o tratamento das diversas doenças provocadas pelo tabagismos, entre as quais diferentes tipos de câncer, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias, impotência sexual no homem, infertilidade na mulher, osteoporose e catarata e outros 50 tipos diferentes de doenças.

O PESD/PC-GO é um programa da Polícia Civil do Estado de Goiás criado há 25 anos, pelo qual se trabalha a prevenção primária contra o uso de drogas e é destinado ao público goiano com faixa etária a partir de 12 anos. O objetivo principal é informar seus beneficiários sobre os cuidados necessários para não se envolverem com as drogas.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-palestra-no-dia-contra-o-tabaco/

maio 29 2017

Colaboradores do Credeq escolhem suplentes à Cipa

Em duas semanas, os colaboradores do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), escolherão dois novos suplentes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da instituição, que foi originalmente formada em agosto do ano passado. 

O pleito extemporâneo, que acontece nos próximos dias 5 e 6 de junho, entre 6 e 17 horas, na sede do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, decorre tanto da necessidade de se substituir um membro da Comissão que não mais trabalha na instituição, como ainda para ampliar o número de participante, em decorrência do aumento no número de funcionários contratados após o segundo processo seletivo. Um terceiro nome será indicado pela Diretoria, após a proclamação do resultado eleitoral.

Concorrem para as duas vagas 19 profissionais, sendo seis do setor de Enfermagem, seis do Administrativo, dois da Manutenção Predial, dois da Área Multiprofissional, um da Segurança, uma Psicologia Organizacional e um da Educação Física. A comissão eleitoral é composta por dois colaboradores do CREDEQ – Prof. Jamil Issy: o técnico em Segurança do Trabalho Humberto Pereira Amorim Júnior e o supervisor de Tecnologia da Informação Carlos Henrique Paranhos.

O objetivo da Cipa é preservar a saúde e a integridade física dos trabalhadores e de todos os que interagem com a empresa (aqueles que prestam serviço para a empresa). Cabe à CIPA investigar os acidentes e promover e divulgar o zelo pela observância das normas de segurança, bem como a promoção da Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT).

Aos trabalhadores da empresa compete indicar à CIPA situações de risco, apresentar sugestões e observar as recomendações quanto à prevenção de acidentes, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) e de proteção coletiva fornecidos pelo empregador, bem como submeter-se a exames médicos previstos em Normas Regulamentadoras, quando aplicável.

Aos trabalhadores da empresa compete indicar à CIPA situações de risco, apresentar sugestões e observar as recomendações quanto à prevenção de acidentes, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) e de proteção coletiva fornecidos pelo empregador, bem como submeter-se a exames médicos previstos em Normas Regulamentadoras, quando aplicável.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/colaboradores-do-credeq-escolhem-suplentes-a-cipa/

maio 26 2017

Funcionários e pacientes do CREDEQ disputam partida de futebol no sábado

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy) promove uma ação para celebrar a vida e a saúde. Neste sábado, dia 27 de maio, acontece uma partida de futebol entre funcionários da instituição e pacientes masculinos e adultos que realizam tratamento contra a dependência química.

A partida ocorre no campo gramado da unidade, localizado próximo ao estacionamento interno. A disputa está marcada para começar às 8 horas, antes do início das visitas semanais.

A iniciativa esportiva faz parte do protocolo terapêutico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.  Além de melhorar o condicionamento físico e aumentar a autoestima, a atividade também faz com que o corpo libere endorfina, diminuindo assim a ansiedade e a irritabilidade, que são sensações frequentes na luta contra a dependência.

A chamada terapia esportiva também é uma forma de ocupação e integração, pois os pacientes aprendem a se manterem ativos, motivando-os a continuar praticando a atividade e superar a dependência.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/funcionarios-e-pacientes-do-credeq-disputam-partida-de-futebol-no-sabado/

Posts mais antigos «