ago 03 2017

Parceria garante que residentes em Psiquiatria do HGG façam estágio do CREDEQ

Com a chegada ao CREDEQ – Prof. Jamil Issy (Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia) dos estagiários da Residência em Psiquiatria do HGG (Hospital Geral de Goiânia – Alberto Rassi), assim como a estruturação do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Psiquiatria na unidade, Goiás retifica, local e nacionalmente, a importância do conceito CREDEQ e os três eixos estruturantes da sua política pública de enfrentamento à dependência química sob a égide da saúde pública, gratuita, de excelência e referenciadora do conhecimento cientifico. Entre os eixos estão a desconstrução da imagem discricionária à dependência química, a abordagem da dependência química enquanto doença crônica e a consolidação do atendimento multiprofissional ao paciente com foco na qualidade de vida.

Nessa nova fase estar-se-á construindo processos clínicos, logísticos, curriculares, terapêuticos e metodológicos que credenciem o CREDEQ – Prof. Jamil Issy a se tornar, em breve, um hospital-escola junto aos Ministério da Educação e Saúde. O início desse novo ciclo  se deu no período da manhã desta quinta-feira (3), durante a assinatura do termo de compromisso, pelo qual os alunos da Residência Médica em Psiquiatria do HGG realizarão, no último período da formação de especialista, estágio no centro de recuperação para dependentes químicos.

O evento ocorreu no anfiteatro do Ambulatório Adulto do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, a partir das 10 horas. Estavam presentes à cerimônia a diretoria de ambas unidades hospitalares, representantes das duas administradoras das unidades (Comunidade Luz da Vida e Idetec), as superintendentes da Escola Estadual de Saúde Pública Cândido Santiago (ESAP-SEST-SUS/SES-GO), Irani Ribeiro de Moura, e de Política de Atenção Integral à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SPAIS da SES/GO), Evanilde Gomides [ambas representante do secretario da Sade, Leonardo Vilela], e o coordenador da Comissão de Residências Médicas  (COREME/SES-GO), Belchior Rosa Calaça Júnior, e os dirigentes dos departamentos de ensino e pesquisa do CREDEQ – Prof. Jamil Issy (médico Nelson Remy Gillet) e do HGG (médica Cáritas Marquez).

O novo estágio do conceito CREDEQ, gestado em 2010 pela administração pública estadual, é resultante de diversas reuniões com os envolvidos, intencionando a modelagem de um marco da assistência, do ensino e pesquisa da psiquiatria em Goiás.

Em seu pronunciamento, o diretor técnico do CREDEQ, Tiago Oliveira, disse estar satisfeito com a criação do núcleo de ensino e pesquisa na unidade para que o trabalho já realizado com qualidade possa ser melhorado cada vez mais por meio dos estudos que serão feitos diariamente. Para o diretor, a nova etapa é prova resolutiva de que Goias considera importante o investimento ao enfrentamento de um problema grave da realidade goiana e brasileira. “O governo está se livrando do preconceito que sempre envolveu as doenças psiquiátricas e que provocou uma desassistência desastrosa para a sociedade”, comentou o psiquiatra.

A diretora de ensino e pesquisa do HGG, Cáritas Marquez, por sua vez, agradeceu a parceria dos envolvidos e, em especial, ao empenho da superintendente Irani Ribeiro por materializar a proposta e pelo esforço em formar profissionais de qualidade no estado. Ela também parabenizou aos profissionais egressos da residência do HGG e que nos dias atuais integram corpo de Psiquiatria do CREDEQ, após terem sido aprovados no segundo processo seletivo da unidade de saúde.

Logo após a assinatura do termo de compromisso a superintendente anunciou o início do processo de implantação da residência multiprofissional no CREDEQ a fim de promover a qualificação de toda a equipe envolvida no trabalho de recuperação dos dependentes químicos. Irani ainda informou que está buscando incentivo para ampliar o número de vagas para a residência, tanto médica como multiprofissional em Goiás.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/8178-2/

jul 27 2017

Residentes do HGG passam a fazer estágio no CREDEQ

A parceria firmada possibilitará qualificação prática em dependência química

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy) capacitará em dependência química os alunos da Residência Médica em Psiquiatria do HGG (Hospital Alberto Rassi). A formação profissional, que terá duração de um ano, inicia-se a partir do próximo mês. O lançamento oficial da parceria acontece no próximo dia 3 de agosto, às 9 horas, na sede do CREDEQ – Prof. Jamil Issy

Confirmaram presenças o secretário de estado da Saúde (SES-GO), Leonardo Vilela, a superintendente da Escola Estadual de Saúde Pública Cândido Santiago, Irani Ribeiro de Moura, os dirigentes dos dois hospitais, os gestores das duas unidades de saúde, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano/IDTECH – HGG), a Associação Comunidade Luz da Vida (CREDEQ – Prof. Jamil Issy) e representantes de entidades ligadas tanto à saúde, quanto à academia.

Na oportunidade, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy anunciará a estruturação do Núcleo de Pesquisas e Estudos. O setor, que será comandada pelo médico Nelson Remy Gillet, desenvolverá conhecimentos científicos na área da Saúde, com ênfase à dependência química. O gerente Médico da unidade de saúde, psiquiatra Airton Ferreira, também será o responsável por coordenar a Comissão de Residência Médica do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

“Essa é uma ênfase necessária ao avanço de estudos sobre dependência química. Que é uma área do conhecimento recente no campo da psiquiatria. Ser uma referência no tratamento dos dependentes exige que o Credeq se torne um campo de pesquisas, passando a desempenhar papel importante como celeiro de formação profissional e produção científica. O Credeq efetua mais um importante passo no rumo da excelência no tratamento dos pacientes, além de poder, em pouco tempo, consolidar-se como referência nesse campo do saber médico”, enfatiza o secretário da Saúde, Leonardo Vilela.

De acordo com o diretor Técnico da unidade de saúde, psiquiatra Tiago Oliveira, a meta é firmar convênio com outras instituições que estejam interessadas em disponibilizar ao seu público qualificação com ênfase em dependência química. “Estudar dependência química teoricamente e de modo superficial gera determinado nível de qualificação. Compreender e estagiar em um espaço de saúde que trata a dependência química suscita uma formação mais sólida”, frisa o diretor.

Tiago Oliveira adianta, ainda, que a instituição das linhas de pesquisa e formação do conceito CREDEQ validará por definitivo o esforço da administração goiana em transformar a dependência química em política pública. “Goiás é o primeiro estado brasileiro a enfrentar a dependência química com foco científico e humanístico, deixando claro que todo dependente é cidadão e, portanto, com direito ao tratamento com qualidade e profissionais competentes”, afirma o psiquiatra.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/residentes-do-hgg-passam-a-fazer-estagio-no-credeq/

jul 19 2017

CREDEQ uniformiza rotinas administrativas

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), lança a versão atualizada do Manual do Colaborador, no qual estão expressos os regulamentos interno, que sistematizam o comportamento esperado dos seus funcionários no ambiente profissional.
O conteúdo do material começou a ser apresentado aos colaboradores da unidade de saúde. A meta é que no transcorrer desta semana, entre os dias 17 a 21, a Assessoria Jurídica do CREDEQ – Prof. Jamil Issy realize palestras, nos períodos matutino e vespertino.

Durante as exposições, o procurador do Centro, Leonardo Ornelas, abordará, ainda, sobre a uniformização de práticas administrativas necessárias à consolidação qualitativa do fluxo produtivo da unidade.
Ornelas esclarece que após um ano em funcionamento, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy ampliou serviços, o que forçou o aumento no número de colaboradores. Em janeiro deste ano, trabalhavam na unidade, que é ligada à Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), 109 colaboradores.

Para que entrassem em funcionamento outros núcleos do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, realizou-se o processo seletivo, assim como a contratação de novos profissionais. Atualmente, 284 profissionais atuam na unidade de saúde. Considerando o universo, Ornelas acha pertinente a formatação de normas relacionadas ao ambiente de trabalho, comunicação, confidencialidade, postura, cumprimento regular da Lei, entre vários outros exemplos.
Na nova edição do manual, a unidade elenca até mesmo atos considerados inadmissíveis no ambiente de trabalho. A intenção do regulamento é encorajar um ambiente seguro e agradável a todos, e com a colaboração dos funcionários chegará mais facilmente ao objetivo.

Cleison, por sua vez, adianta que um dos processos administrativos que mais recebem ênfase na conferência é o que trata sobre o caráter sigiloso do trabalho e da necessidade em se preservar o paciente. O diretor explica que as informações fornecidas pelos pacientes, quando do seu atendimento, assim como os resultados de exames e procedimentos realizados com finalidade diagnóstica ou terapêutica, são da sua propriedade. O CREDEQ – Prof. Jamil Issy e os seus profissionais são apenas fiéis depositários.

Tanto Cleison, quanto Ornelas, enfatizam a questão, para deixar claro que médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde e administrativos que entram em contato com as informações têm apenas autorização para o acesso às mesmas em função da sua necessidade profissional, mas não o direito de usá-las livremente. Dessa forma, os profissionais somente terão acesso às informações que efetivamente contribuam ao atendimento do paciente.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-uniformiza-rotinas-administrativas/

jun 30 2017

CREDEQ realiza Arraiá com show de Almir Pessoa

As comemorações juninas no Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), ganham o ápice nesta sexta-feira, 30 de junho, com a realização do Arraiá do CREDEQ. O evento acontece no espaço recreativo do Núcleo Infantojuvenil, a partir das 15 horas, com a participação dos colaboradores administrativos e técnicos da instituição, assim como os pacientes dos quatro núcleos (Adulto Masculino, Adulto Feminino, Infantojuvenil Masculino e Infantojuvenil Feminino).

Durante o evento, acontecerá um show com o violeiro Almir Pessoa,que desde a adolescência é formado em música pela UFG e, atualmente, é mestrando em Performance Musical pela mesma instituição de ensino. Almir Pessoa participou da novela das 21 horas da Rede Globo Em Família, cantando as músicas Meu Lugar e Durango Kid, ambas de sua autoria, em parceria com Manoel Brito.

O violeiro já esteve em inúmeras exibições em programas de TV Nacionais como Esporte Espetacular (Globo), Altas Horas (Globo), Jornal da Record e dezenas de programas locais em diversos estados brasileiros. O músico é autor de cinco CDs, entre 2004 e 2015, além de dois DVDs (2009 e 2015) e um livro – A viola por Almir Pessoa (Editora Kelps).
Durante a cerimônia junina, os participantes poderão apreciar as comidas típicas, que foram produzidas por um grupo de voluntárias do corpo clínico, terapêutico e administrativo. As festividades tiveram início de junho, quando ocorreu a decoração da unidade de saúde, com a temática dos festejos populares que homenageiam os santos Antônio, São João Batista e São Pedro.

O CREDEQ – Prof. Jamil Issy é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), com atendimento exclusivamente público e gratuito, que mescla atendimento clínico especializado às mais variadas e qualificadas terapias de apoio no tratamento à dependência química severa.

No último dia 23 de junho, a instituição completou um ano de funcionamento, que foi celebrado esta semana, no dia 28. A unidade de saúde tem 96 leitos (36 masculinos adultos, 24 femininos adultos e 36 infantojuvenis) e dois Ambulatórios. O público do CREDEQ – Prof. Jamil Issy apresenta uma faixa etária prevalente entre 27 e 45 anos de idade. O conceito CREDEQ foi idealizado em 2010 e materializado em 2014.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-arraia-com-show-de-almir-pessoa/

jun 28 2017

CREDEQ comemora 1 ano com mais de 114 mil atendimentos

“Nós percebemos que a voz da sobriedade grita nesse local”. As palavras do padre Éverson de Faria refletem o sentimento dos participantes do culto ecumênico, ocorrido na manhã desta quarta-feira, 28, quando se celebrou o aniversário de um ano do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy).

O evento, que teve lugar no saguão do Núcleo Adulto Feminino, contou com a do secretário da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela, de representantes da prefeitura de Aparecida de Goiânia, da Comunidade Luz da Vida, dos credos cristãos (Católico, Batista e Espírita), além da diretoria da unidade de saúde.

Leonardo Vilela enalteceu o trabalho terapêutico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, afirmando que é “um motivo de grande orgulho para o Estado, como exemplo na recuperação de pessoas para a sociedade”. Em um ano foram atendidos na unidade 383 pacientes e realizados mais de 114 mil atendimentos multidisciplinares, entre atividades de psicologia, enfermagem, assistente social, terapia ocupacional, dentre outras. O CREDEQ é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

A superintendente da unidade, Salete Maria, afirmou que no CREDEQ o dependente abre o coração para a recuperação e para uma nova vida. “É um momento de esperança para o paciente e toda a sua família. Por isso temos muito compromisso e responsabilidade com o trabalho”, frisa. A unidade possui 96 vagas e dois ambulatórios. As vagas estão distribuídas em 36 masculinas para adultos, 24 femininas para adultas, 36 infantojuvenis (12 femininas e 24 masculinas).

O presidente da Federação Espírita de Goiás, Paulo César Ferreira, enalteceu o trabalho executado pelo CREDEQ, reconhecendo que o espaço terapêutico, por meio do tratamento disponibilizado aos dependentes químicos, é a expressão do ensinamento máximo de Jesus Cristo: “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”.

Em seguida, o pastor da 2ª Igreja Batista de Goiânia, Leandro Peixoto, comentou que a dependência química é uma busca desenfreada do ser humano pela felicidade, apesar de ser “na reabilitação que se inicia o caminho à verdadeira felicidade, tornando o CREDEQ fundamental”.

A representante do presidente da Associação Comunidade Luz da Vida, Luiz Antônio de Paula, irmã Raquel Ferreira Lemes, garantiu ao público presente, que toda estratégia desenvolvida pela Luz da Vida no programa terapêutico tem por foco o ser humano e é uma missão de vida. Como coordenadora do projeto Casa da Missão, uma das dez obras sociais da Comunidade Luz da Vida, ele explicou que a entidade é responsável pela gestão administrativa e financeira do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, trazendo em seu portfolio uma expertise de 20 anos em acolhimento e assistência à dependência química.

Ao encerrar o evento, Leonardo Vilela enfatizou que o governo estadual investe R$ 2,7 milhões mensais na manutenção da unidade. Um valor absoluto substancial, mas que, no entanto, torna-se relativo se comparado à recuperação de um ser humano. “O governo entende que reabilitar pessoas, estruturar famílias, gerar uma nova possibilidade de vida, não tem preço”. Ele finalizou dizendo não ter dúvidas de que nos próximos anos, o CREDEQ terá o reconhecimento internacional pela alta taxa de reabilitação.

Cerimônia
Durante a cerimônia, a servidora da unidade e musicoterapeuta, Fabrícia Santana, leu uma carta produzida pela mãe de um interno, elogiando o trabalho terapêutico da unidade. A mensagem emocionou a todos.

Aconteceu ainda uma apresentação musical, pela Banda do CREDEQ, composta por dois psiquiatras (guitarras), pacientes e ex-pacientes (vocal), na qual interpretaram canções como Tente outra vez (Raul Seixas), Hino do CREDEQ (Paródia da sertaneja Desejo de Amar, de Eliana Lima) e É preciso saber viver (Roberto Carlos e Erasmo Carlos). Depois de encerrada a cerimônia, o público foi convidado a conhecer a mostra de trabalhos artísticos produzidos pelos pacientes, durante as oficinas de Terapia Ocupacional, e expostos na Praça do Coliseu, área central do CREDEQ e onde acontecem as visitas familiares do sábado.

Regulação de pacientes
A chegada de pacientes ao CREDEQ acontece por intermédio do Complexo de Regulação Estadual, da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás. É ele que recebe as demandas e materializa o encaminhamento ao CREDEQ. A solicitação do agendamento por uma consulta avaliativa pode ser efetuada por todas as secretarias Municipais da Saúde.

Entretanto, em algumas cidades goianas, a requisição é executada pelos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial). É importante frisar, que o CREDEQ não disponibiliza vagas para tratamentos, antes das análises por equipe multiprofissional (psiquiatria, psicologia, assistente social e enfermagem). Após laudo, a terapia poderá começar pelo atendimento ambulatorial, ou pela internação. Em ambas as situações, o paciente é dependente em estágio grave.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-comemora-1-ano-com-mais-de-114-mil-atendimentos/

jun 27 2017

Culto Ecumênico marca 1 ano de atividades do CREDEQ

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), está completando um ano de funcionamento. Para singularizar a data, a unidade de saúde realiza uma Cerimônia Ecumênica de Ação de Graças, às 9 horas, desta quarta-feira, dia 28 de junho, em sua sede, em Aparecida de Goiânia. O CREDEQ é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

O evento, que acontece no saguão do Núcleo Adulto Feminino da unidade, será aberto por uma apresentação cultural. Em seguida, acontece a liturgia coletiva, com a presença de três denominações religiosas. Logo depois, o público será convidado a conhecer a mostra de trabalhos artísticos que foram produzidos pelos pacientes durante as oficinas de Terapia Ocupacional, que está montada no espaço central do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, a Praça do Coliseu.

O titular da SES-GO, secretário Leonardo Vilela, destaca que o CREDEQ tem cumprido o papel de possibilitar a reabilitação das pessoas que sofrem com a dependência ao crack e a outras drogas. “Já estamos colhendo os resultados positivos desta grande iniciativa”, ressalta o secretário. Ele adianta que estão sendo abertas novas vagas no CREDEQ para mulheres e crianças, o que evidencia que a SES-GO tem cumprido o cronograma estabelecido durante a estruturação da unidade. Leonardo Vilela também destacou a implantação de novos procedimentos no CREDEQ, entre os quais o serviço de saúde bucal.

Apresentação musical

Para exemplificar a essência do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, um grupo de pacientes do Núcleo Adulto Masculino fará uma apresentação musical, na qual interpretará três canções – Tente outra vez (Raul Seixas), Hino do CREDEQ (Paródia da sertaneja Desejo de Amar, de Eliana Lima) e É preciso saber viver (Roberto Carlos e Erasmo Carlos).

A apresentação musical é resultado de vivências nas oficinas de musicoterapia, comandada pela mestra Fabrícia Santana, responsável por essa linha terapêutica no núcleo masculino. As duas guitarras da banda serão dedilhadas pelos psiquiatras Sávio Severo e Airton Ferreira. A bateria estará sob o comando do motorista da unidade Joel Martins.

O rito ecumênico será protagonizado pelos representantes Espírita (presidente da Federação Espírita do Estado de Goiás, Paulo César Ferreira dos Santos), Batista (pastor titular da Segunda Igreja Batista em Goiânia, Leandro B. Teixeira) e Católico (missionário redentorista e diretor administrativo da Vila São Cottolengo, padre Everson de Faria Melo, representando a Arquidiocese de Goiânia). Cada um deles tratará sobre o papel da unidade à luz da doutrina que professa.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/culto-ecumenico-marca-1-ano-de-atividades-do-credeq/

jun 22 2017

CIPA do CREDEQ realiza palestras sobre drogas


A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realiza nesta sexta-feira, 23 de junho, duas palestras, com o tema Alcoolismo, Tabagismo e Outras Drogas.

As preleções, que terão lugar na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Adulto, serão feitas pelos psiquiatras do CREDEQ – Prof. Jamil Issy Sávio Luiz Barbosa Severo e Luiza Ninon de Souza Melo. O primeiro colóquio acontece no período da manhã, entre 11 horas e meio dia. O segundo, à tarde, entre 16 e 17 horas.

De acordo com a diretoria da CIPA/CREDEQ, a intenção com o evento é ampliar o campo de informações dos colaboradores, tanto da área técnica, quanto administrativa da instituição, sobre o universo dos dependentes químicos, incluindo diagnósticos, abordagens, avaliações e terapias.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-arrecada-roupas-para-os-pacientes/

jun 21 2017

Credeq completa um ano de funcionamento com atendimento humanizado e referência entre especialistas

Gabriela Louredo

“Tem 10 anos que eu estou nessa vida de dependência química. Eu cheguei aqui aos pedaços. O Credeq conseguiu me modelar de novo, recuperar minha autoestima, minha dignidade”. As palavras são de Marcelo (nome fictício), que faz tratamento na unidade.

“Aqui a gente se sente de novo uma pessoa de verdade. É valorizada, é bem tratada. As pessoas olham nos olhos pra conversar, com carinho, com atenção de verdade. Eu estou impressionada com o tratamento daqui”, diz Sandra, outra interna de nome também fictício.

Com depoimentos como esses, o Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) Jamil Issy, em Aparecida de Goiânia, completa um ano no próximo dia 23 de junho. Desde o início até agora, já foram atendidas 383 pessoas até o último dia 13, sendo que 199 foram internadas para tratamento e 184 passam ou já passaram por acompanhamento ambulatorial (consultórios). 

Atualmente, 52 pessoas estão internadas na unidade – 35 homens, 15 mulheres e dois adolescentes. A boa notícia é que, a partir de julho, a unidade estará operando em plena capacidade e todos os 96 leitos serão disponibilizados para atender a grande demanda nesta área.

De acordo com o diretor-geral Cleison Rodrigues da Silva, o Credeq “representa um ganho extremamente positivo para a sociedade em face à problemática do uso de drogas que tem crescido de forma exponencial”.

O fácil acesso às drogas, sobretudo o crack, cuja pedra pode ser encontrada entre R$ 5 e R$10, é um dos principais fatores, por isso, segundo ele, o funcionamento do centro é imprescindível dada a baixa disponibilidade de leitos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em hospitais e clínicas para a recuperação dessas pessoas. “O Credeq tem encarado esse problema de frente, ao contrário do que temos visto”, afirma. 

Atendimento individualizado e humanizado
A porta de entrada no Credeq são os Centros de Assistência Psicossocial (Caps) ou as Secretarias Municipais de Saúde, que mantêm contato com o Complexo Regulador Estadual para solicitar a vaga e este, por sua vez, faz o encaminhamento à unidade. Na chegada, os dependentes de álcool ou drogas ilícitas são submetidos a uma consulta de avaliação realizada por uma equipe multidisciplinar formada por psiquiatra, psicólogo e assistente social, entre outros profissionais.

Após a triagem, são dois os possíveis caminhos: seguir para internação, que dura no máximo 90 dias, ou para o tratamento ambulatorial, ambos procedimentos realizados na própria instituição. Em caso de internação, o primeiro passo é o processo de desintoxicação, que leva uma semana. Os internos ficam nas Unidades de Tratamento Residencial (UTR), com capacidade para alojar até quatro pessoas. Elas têm banheiro e ar condicionado.

O diferencial do Credeq é o acolhimento humanizado e individualizado dos dependentes, parte deles em situação de vulnerabilidade social. Por este motivo, a unidade pioneira no país já é considerada referência por especialistas da área.

Qualidade de vida

Além de ações clínicas, o atendimento conta com intervenções de apoio, como a Terapia Ocupacional, Musicoterapia, Nutrição e Educação Física. No dia a dia dos pacientes são desenvolvidas atividades que estimulam aspectos cognitivos, aprimoram as relações interpessoais, diminuem a ansiedade e elevam a autoestima. O objetivo é possibilitar a superação das dificuldades pessoais e a adaptação à vida em sociedade.

Os pacientes não são obrigados a praticar exercícios físicos, mas as atividades fazem parte do protocolo terapêutico. Eles são estimulados a fazer alongamentos e caminhadas de segunda a sexta-feira, das 6h50 às 7h30, e a escolher duas outras atividades físicas para realizar no curso da semana e no período matutino. 

As visitas ocorrem aos sábados e os familiares recebem orientações dos profissionais. Cleison explica que o tratamento é muito dinâmico porque se trata de um transtorno que tem controle, mas não cura.

“Cada paciente tem o que a gente chama de Programa Terapêutico Singular e as equipes fazem tanto o atendimento individual quanto o atendimento em grupo. São desenvolvidos mecanismos para a prevenção de recaídas e a reinserção social dessas pessoas”, diz Cleison. Após receberem alta, os pacientes continuam sendo acompanhados pelas equipes.

Perfil dos internos
Segundo levantamento realizado pela Organização Social Associação Comunidade Luz da Vida, que administra o Credeq, os pacientes atendidos até agora são oriundos de 23 municípios goianos, a maioria da Região Metropolitana de Goiânia. A faixa etária predominante é de 29 a 37 anos.

Abertura do Núcleo Infanto-Juvenil
O atendimento do Credeq Jamil Issy foi ampliado com a abertura do Núcleo Infanto-Juvenil no início de junho. O acolhimento será feito de forma gradual. Com 36 leitos de internação, a unidade está abrigando atualmente três adolescentes.

Fotos: Marco Monteiro e Lailson Damásio (a  última da página)

Texto: Produzido pela jornalista Gabriela Louredo, da Imprensa do Governo de Goiás (Site Goiás Agora)

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-completa-um-ano-de-funcionamento-com-atendimento-humanizado-e-referencia-entre-especialistas/

jun 21 2017

Credeq utiliza cães na terapia de pacientes

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq – Aparecida de Goiânia) possui um trabalho terapêutico inovador: a “Cão Terapia”. Com o objetivo de mostrar como a interação com o animal ajuda na reabilitação de dependentes químicos, a unidade realiza momento com a imprensa local nesta quarta-feira, 21, às 10h.

Os cães ajudam no tratamento com os dependentes químicos, na medida em que durante as atividades, os pacientes exercitam habilidades sociais como paciência, perseverança, empatia e comunicação efetiva. A interação com os animais contribui para a liberação de hormônios, que aliviam dores e reduzem possíveis resistências ao tratamento.

Ao contrário do tratamento com equinos (equoterapia), cuja marcha produz estímulos neurológicos, por se assemelhar ao caminhar humano, o que acaba por estimular habilidades motoras, cognitivas e emocionais no paciente. Na “Cão Terapia”, também conhecida por Terapia Assistida por Animais, ou TAA, o víeis é psicológico e emocional, o que pode atuar como coadjuvante de outras terapias utilizadas no protocolo terapêutico.

Cães: Inicialmente, o Credeq está utilizando um casal da raça Golden Retriever, caracterizados por calmos, companheiros, sociáveis, familiares e adaptáveis ao ambiente de apartamento; tem por necessidade longas caminhadas diárias. Esse casal está no Núcleo Adulto Masculino. Na Ala Adulta Feminina tem um casal de Labradores Retriever, extremamente dócil.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-utiliza-caes-na-terapia-de-pacientes/

jun 12 2017

Em clima junino, CREDEQ recebe decoração temática

As comemorações juninas tiveram início no Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy). Única unidade pública de Goiás a mesclar atendimento clínico especializado às mais variadas e qualificadas terapias de apoio no tratamento à dependência química severa, a instituição está sendo decorada com a temática dos festejos populares que homenageiam os santos Antônio, São João Batista e São Pedro.

O layout também intenciona emoldurar as comemorações por um ano em atividade do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, que foi inaugurado há 47 semanas, exatamente no dia 23 de junho de 2016. A unidade de saúde tem 96 leitos (36 masculinos adultos, 24 femininos adultos e 36 infantojuvenis) e dois Ambulatórios. O público do CREDEQ – Prof. Jamil Issy apresenta uma faixa etária prevalente entre 27 e 45 anos de idade. O conceito CREDEQ foi criado em 2010.

Os saguões dos Ambulatórios Adulto e Infantojuvenil, assim como os três núcleos, o refeitório e o setor administrativo, começam a receber decoração. Bandeirinhas, balões, letreiros, legumes típicos da época e muita criatividade são alguns dos itens utilizados que estão sendo utilizados na ornamentação.

O trabalho está a cargo do Setor de Planejamento, o qual busca humanizar o setor hospitalar, aproximando o usuário o máximo possível da realidade vivida pelo paciente fora da unidade. O refeitório destinado aos funcionários também será enfeitado.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/em-clima-junino-credeq-recebe-decoracao-tematica/

Posts mais antigos «