set 18 2017

CREDEQ realiza palestras sobre DST aos pacientes e colaboradores

Nos próximos oito dias, a Gerência de Enfermagem do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), buscará difundir, mediante a realização de quatro palestras, informações sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST’s). A iniciativa começa nesta segunda-feira (18) e se estende até o próximo dia 26.

O intuito é de alertar sobre as DSTs, que estão em escalada crescente entre a população de 15 a 74 anos, de acordo com o Ministério da Saúde. O cronograma das exposições será executado pela enfermeira Isabela Pereira. Ela falará por cerca de uma hora, aos pacientes internados e colaboradores da unidade. A abertura do ciclo acontece a partir das 15h30, na Sala de Música do Núcleo Adulto Masculino. Na sexta-feira (22), o espaço, novamente, acolherá nova preleção.

O gerente em exercício da Enfermagem, Gilmar Batista, adianta que a agenda está estruturada em dados oficiais do Ministério da Saúde, em que revelam a prevalência maior de DST’s no público masculino. “Dividimos esse grupo-alvo em duas turmas, para que consigam realizar uma inteiração com a palestrante e, assim, dirimirem dúvidas”, esclarece o enfermeiro.

No domingo (24), as informações serão passadas ao público feminino, que se encontra em tratamento. O encontro acontece na Sala de Música do Núcleo Adulto Feminino, também a partir das 15h30. Quarenta e oito horas mais tarde, na terça-feira (26), será a vez dos adolescentes (masculinos e femininos) ouvirem a exposição, na Sala de Terapia Ocupacional do Núcleo Infantojuvenil.

Entre as DST’s mais comuns estão sífilis, gonorreia, hepatites virais, clamídia, herpes e HIV. Além de difundir informações e revelar meios para se protegerem, a Gerência de Enfermagem do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, também intenciona tornar compreensível aos participantes a importância em se contar ao parceiro que se tem ou teve uma DST, como forma de romper a cadeia de transmissão.

 

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-palestras-sobre-dst-aos-pacientes-e-colaboradores/

set 15 2017

CREDEQ no programa Família do Céu na TV Luz da Vida

A assistente social Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), Claudia Gualberto foi a entrevistada do Família do Céu aqui na Terra, da TV Luz da Vida (canal 32 UHF e 23 Net), comandado pela advogada Maria Lúcia de Paula Freitas.

(esq. à dir.) Maria Lúcia Freitas, Márcio Freitas, Claudia Gualberto, Pe. Sebastião Damário e Francisco Queiroz

O programa, que foi ao ar no sábado, dia 9 de setembro, entre 10 e 12 horas, teve por tema a dependência química e foi transmitido simultaneamente pela Rádio 90,7 Luz da Vida FM. Como convidados, o psicólogo Márcio Freitas e o vigário da paróquia Nossa Senhora Rainha do Povo, na Vila Regina, na Região Oeste de Goiânia, padre Sebastião Romário Damas, com 30 anos de sacerdócio.

Claudia Gualberto iniciou a sua participando esclarecendo o conceito CREDEQ e qual a sua finalidade, para em seguida clarificar as formas da população acessarem o tratamento, que pode ser realizado em ambiente ambulatorial, ou internada, dependendo do quadro, que é avaliado por uma equipe com quatro profissionais (psiquiatra, psicólogo, assistente social e enfermeiro).

O convite para participar do programa semanal foi efetuado pelo diretor Administrativo e Financeiro do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Francisco de Assis Queiroz. Claudia Gualberto aproveitou a audiência para informar ao público que dependência química é uma doença crônica e sem cura. “Ela pode e deve ser tratada com foco na qualidade de vida do paciente, mediante os manejos emocionais, por ferramentas chanceladas pela comunidade científica, e o empreendimento de processos de reinserções social, familiar e econômico”.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-no-programa-familia-do-ceu-na-tv-luz-da-vida/

set 13 2017

Prefeito em exercício de Aparecida vista CREDEQ

Dirigente será recepcionado pelo diretor geral, Cleison Rodrigues, às 11 horas desta quinta-feira (14). Da programação, constam reunião com o corpo diretivo da unidade, visitação às dependências, inteiração com os profissionais e pacientes, além de almoço com os colaboradores

O prefeito em exercício de Aparecida de Goiânia, Veter Martins (SD), realiza, no final da manhã desta quinta-feira, 14 de setembro, uma visita técnica ao Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, localizado no município em que governa até o próximo dia 24, quando o prefeito Gustavo Mendanha retorna de uma viagem oficial a Israel.

O dirigente municipal será recepcionado pelo diretor geral do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Cleison Rodrigues, às 11 horas. Antes de iniciar o périplo, Veter comanda uma reunião com os quadros administrativos da instituição de saúde.

Em seguida, o gestor municipal conhece as instalações da primeira unidade brasileira pública e gratuita a tratar casos severos de dependência química, assim como as equipes médicas e multiprofissionais responsáveis pela implementação do protocolo terapêutico. Ao término da visitação, Veter Martins e comitiva participam de almoço com os colaboradores, no refeitório do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/prefeito-em-exercicio-de-aparecida-vista-credeq/

set 08 2017

CREDEQ pode ofertar estágios aos residentes multiprofissionais

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), em parceria com a Escola de Saúde Pública Cândido Santiago (ESAP), realiza estudos para a implantação de estágios aos alunos do Programa de Residência Multiprofissional de Urgência e Trauma do Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). Inicialmente seriam disponibilizadas vagas para quatro áreas, Enfermagem, Assistência Social, Farmácia e Psicologia.

O período para formação prática na área da Dependência Química seria de 30 dias corridos. Para a subcoordenadora do Coremu/ESAP (Comissão de Residência Multiprofissional e em Área Profissional de Saúde), Rosana Mendes Reis Barbosa, com o termo de convênio firmado com o Programa de Residência Médica em Psiquiatria do HGG – Hospital Alberto Rassi “abriu-se oportunidade que deve ser aproveitada por outras categorias da saúde, com o propósito de aperfeiçoar os profissionais da área”.

A direção do CREDEQ – Prof. Jamil Issy garante está entusiasmada com o projeto. A materialização da iniciativa ainda não tem data para iniciar, podendo ocorrer ainda neste segundo semestre de 2017. Conforme o diretor geral do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Cleison Rodrigues, a efetivação da proposta depende de ajustes técnicos que estão sendo analisados por uma comissão conjunta, integrada pela ESAP/SES-GO e pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

A Residência Multiprofissional é uma pós-graduação lato sensu (especialização), voltada para a educação em serviço e destinada às categorias que integram a área de saúde (Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional), excetuada a médica, com carga horária de 60 horas semanais e duração mínima de dois anos.

Durante o período da residência o profissional desenvolve atividades, com supervisão de um preceptor, sob a responsabilidade da ESAP/SES-GO, nas unidades da rede assistencial da rede própria. Atualmente, existem programas em sete unidades: Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), Hospital Materno Infantil (HMI), Hospital de Doenças Tropicais (HDT), Hospital Geral de Goiânia (HGG), Hospital de Urgência Otávio Lage (Hugol), Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa) e Centro de Reabilitação e Readaptação Henrique Santillo (Crer).

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-pode-ofertar-estagios-aos-residentes-multiprofissionais/

set 08 2017

CREDEQ fala de suicídio com familiares dos pacientes

A Supervisão de Serviço Social do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realiza a segunda palestra do ciclo de preleções ligadas à campanha nacional de prevenção ao suicídio Setembro Amarelo. O colóquio é dirigido aos familiares dos pacientes internados na unidade de saúde, do mesmo modo que aos seus colaboradores.

A ação acontece neste sábado, dia 9, em dois períodos, durante as visitas. Ambas transcorrem na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Infantojuvenil, sob o tema “Prevenção ao suicídio e dependência química. As exposições serão desenvolvidas por dois grupos de profissionais.  A matinal, agenda para às 8h30, estará a cargos duas psicólogas (Fábia Dias e Larissa Escher), duas assistentes sociais (Jackeline Fidélis e Welvia Borba) e uma terapeuta ocupacional (Inês Rodrigues).

A vespertina, a partir das 13h30, terá por conferencistas duas assistentes sociais (Ana Elizia Urzeda e Tamine Café) e uma terapeuta ocupacional (Viviane Oliveira). Cada profissional vai se dividir e apresentar dados estatísticos diversos e pertinentes ao tema. De acordo com a ONU, 804 suicídios ocorrem por ano em todo o mundo. É quase uma morte a cada 40 segundos. A cada 10 suicídios aconteceram 40 a 60 tentativas.

Na última quarta-feira (6/9), o setor de Serviço Social da unidade fez a entrega dos broches para serem utilizados por todos os colaboradores no decorrer do mês. A utilização do bottom personalizado simboliza solidariedade à luta, assim como mobilização e preocupação em falar sobre o tema, com a perspectiva em prevenir.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-fala-de-suicidio-com-familiares-dos-pacientes/

set 06 2017

Nota de Pesar

É com profundo pesar, que a Presidência da Associação Comunidade Luz da Vida e a Direção do CREDEQ – Prof. Jamil Issy comunicam o falecimento do ex-integrante do Conselho Consultivo dessa instituição de saúde Nion Albernaz. Aos 87 anos de idade, ele morreu às 15 horas desta quarta-feira, dia 6 de setembro de 2017, em sua residência,  em Goiânia, onde se recuperava de problemas de saúde.

Professor Nion, como era conhecido, governou Goiânia em três gestões – 1983-1985, pelo PMDB, quando foi nomeado pelo então governador Iris Rezende; em 1989-1992, também pelo PMDB, quando renunciou ao mandato de deputado federal constituinte e se elegeu pelo voto popular; e em 1997-2000, pelo PSDB, quando conseguiu uma consagração eleitoral e transformou a Capital de Goiás, em Goiânia das Flores.

Aos que desejarem prestar as últimas condolências, o velório estará sendo realizado, a partir das 22 horas de hoje, no Salão Dona Gercina Borges, no Palácio das Esmeraldas, localizado na Praça Cívica de Goiânia, em frente ao Monumento das Três Raças. O sepultamento acontece na final da manhã dessa quinta-feira, 7 de setembro, às 10 horas, no Cemitério Santana, localizado à Avenida Independência, no Setor dos Funcionários, em Goiânia.

O presidente da Luz da Vida Luiz Antônio de Paula, a superintendente do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Salete Maria Reis, assim como os três diretores (Cleison Rodrigues, diretor Geral; Francisco Queiroz, diretor Administrativo e Financeiro; e Tiago Oliveira, diretor Técnico) e os colaboradores da instituição expressam o seu sentimento de consternação e prestam condolências à família do Professor Nion, com especial apreço à esposa dona Geralda Goiazira Borges Pinto Albernaz, aos seus quatro filhos (Marcelo, Adriana, Luciana e Bruno Jaime Albernaz) e aos seus oito netos.

No domingo, dia 9 de setembro, será celebrada na sede do CREDEQ – Prof. Jamil Issy uma missa em intenção da alma do Professor Nion Albernaz. A cerimônia eucarística, que acontecerá às 14 horas, será presidida pelo padre Paulo Roberto Barbosa Costa, vigário nas paróquias Nossa Senhora da Luz e Santa Cruz, em Aparecida de Goiânia.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/nota-de-pesar/

ago 31 2017

Ciclo de palestra no CREDEQ desmistifica o suicídio

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), participa efetivamente da campanha Setembro Amarelo, que é uma ação internacional de conscientização para a prevenção do suicídio. Para tanto, a Supervisão de Assistência Social da unidade de saúde, que é ligada a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES/GO) promove, durante todo o mês, um ciclo de palestras ligadas ao tema.

A abertura será feita pela psiquiatra do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Luiza Ninon Severo, a partir das 15 horas, desta sexta-feira, dia 1º de setembro, na Ala Adulta Masculina. A exposição será franqueada aos colaboradores e pacientes. De acordo com a supervisora pessoas se mataram no país”, expõe a assistente social. Diante desse cenário, desde 2014, três organizações brasileiras –Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Centro de Valorização da Vida (CVV) – promovem atividades para chamar a atenção da sociedade sobre uma situação considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como “grande problema de saúde pública” que não é tratado e prevenido de maneira eficaz.

Roda de Conversa – Mundialmente, a campanha é coordenada pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (IASP), que estimula a divulgação da causa. O ápice do movimento é no dia 10, quando se o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. O diretor Técnico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Tiago Oliveira, adianta que é preciso não apenas as pessoas envolvidas diretamente aos casos, mas a sociedade como um todo, discutir o suicídio e não reforçar o preconceito, por meio do silêncio.

“A mídia, por exemplo, tem um papel importante no processo de contenção da escalada ascendente de casos de suicídios. É importante que não se reforce a tentativa de tornar a questão invisível, mantendo-se em silêncio. Os homicídios são uma epidemia, mas os suicídios, também, merecem atenção, pois alertam para um sofrimento imenso”, adverte o psiquiatra. Ele garante que os números revelam ser mito a premissa de que notícias sobre suicídio gerem mais suicídios.

“O papel da imprensa é fundamental em ações em defesa da vida”, assegura o diretor. As faixas etárias mais vulneráveis seriam as de jovens e idosos. A depressão é a principal causa. Além das palestras, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy está organizando uma Roda de Conversa com representantes da mídia goiana para tratar sobre o assunto. Na oportunidade, também, serão distribuídas cartilhas produzidas pela ABP para auxiliar os profissionais da mídia sobre o suicídio.

Morte masculina – Anualmente, cerca de 12 mil pessoas se suicidam no Brasil. O Relatório da OMS, de 2014, demonstra que 804 mil pessoas cometem suicídio todos os anos (11,4 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes). De acordo com a agência das Nações Unidas, 75% dos casos envolvem pessoas de países onde a renda é considerada baixa ou média. O Brasil é o oitavo país em número de suicídios, com prevalência para homens (9.198 casos). O país com mais mortes é a Índia (258 mil óbitos), seguido de China (120,7 mil), Estados Unidos (43 mil), Rússia (31 mil), Japão (29 mil), Coreia do Sul (17 mil) e Paquistão (13 mil).

O suicídio é predominante no sexo masculino, com exceção da Índia e China. Os homens brasileiros têm 3,7 vezes mais chances de se matar que as mulheres, de acordo com o estudo da Universidade Federal da Bahia. Na década de 1980, o Brasil manteve sua taxa de suicídio com crescimento estabilizado em 2,7%. Na década seguinte, a de 1990, a evolução foi de 18,8%. Entre 2000 e 2014, aconteceu um incremento, saltando para a taxa de 33,3%.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-ciclo-de-palestra-para-esclarecer-sobre-suicidio/

ago 30 2017

SMS de Aparecida faz palestra sobre tuberculose no ​CREDEQ

A Gerência de Enfermagem do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), promove nesta quinta-feira (31) a palestra sobre tuberculose, com a finalidade de divulgar informações sobre a doença que mata cerca de 6 mil brasileiros ao ano, dentre os 85 mil casos notificados, de acordo com dados da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS).

A preleção, que será feita pela coordenadora do Programa de Combate a Tuberculose da Secretaria Municipal da Saúde de Aparecida de Goiânia, Magaly de Carvalho, acontece ao meio dia, na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Adulto do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

Mundialmente, uma pessoa é infectada com tuberculose (TB) a cada um segundo. O Brasil integra o grupo dos 22 países que concentram 80% dos casos de TB registrados no mundo. A tuberculose é uma doença infectocontagiosa de transmissão direta, de pessoa para pessoa, cuja vulnerabilidade aumenta na medida em que a imunidade diminui.

A imunização contra a TB é feita por uma dose única da vacina BCG, utilizada desde 1921. A proteção, contudo, não é total, pois depende da forma. Ela é a aplicada nos postos de saúde pública. O Ministério da Saúde esclarece em seu site, que a imunização é realizada, geralmente, em recém-nascidos com peso acima de dois quilos, que não apresentem imunodeficiência congênita ou adquirida, ou que não tenham afecções dermatológicas extensas na área da aplicação da vacina, ou que estejam em uso de dose elevada de corticosteroides. 

A transmissão é feita de pessoa a pessoa, quando a infectada falar, espirrar e tossir. Usualmente, a contaminação acontece com pessoas que moram com o paciente ou que convivem com ele em ambientes fechados. Tosse, febre, sudorese noturna, cansaço, fraqueza e perda de peso são alguns dos principais sintomas. A doença é silenciosa e por isso o infectado pode demorar de duas semanas até quatro meses para procurar ajuda médica.

O tratamento é feito em casa, apenas casos especiais são realizados no hospital por causa do risco de contaminação. A medicação oral é realizada por seis meses, nos primeiros dois meses o paciente utiliza quatro tipos de remédios e nos últimos quatro somente com dois deles. A Tuberculose é infectocontagiosa e é causada por um micro-organismo (mycobacterium tuberculoses) conhecido como bacilo de koch. Ataca principalmente os pulmões, mas também pode afetar quase todas as partes do corpo.

O diagnóstico da tuberculose é realizado clinicamente pelo médico e confirmado pelos exames radiológicos e de baciloscopia. Em Aparecida de Goiânia, o diagnóstico de tuberculose é realizado pelo laboratório do Cais Nova Era, onde está disponibilizado o Teste Rápido, que tem a capacidade de detectar a presença do bacilo causador da doença em apenas 2 horas. “Quando mais cedo o diagnóstico, mais rápido a cura”, destaca a Magaly de Carvalho.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/sms-de-aparecida-faz-palestra-sobre-tuberculose-no-%e2%80%8bcredeq/

ago 29 2017

CREDEQ é visitado pelo padre cearense das famílias órfãs

Com seis anos em Farias Britos, o Pe. Adalmiran renovou a rotina dos paroquianos locais como a abolição da cobrança das taxas aos sacramentos e a adoção de famílias que perderam seus filhos

O padre Adalmiran Vasconcelos, da Diocese do Crato, localizada na Região de Caririaçu no Ceará, visitou o Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), no início da tarde desta terça-feira, dia 29 de agosto, depois de conhecer a Associação Comunidade Luz da Vida. Durante o périplo, ele esteve acompanhado pela superintendente da unidade, Salete Maria Reis, e por um membro da organização religiosa Gilmar Bessa, responsável pela administração da unidade de saúde.

Vigário da Nossa Senhora da Conceição, de Farias Brito, Pe. Adalmiran realiza grandes mudanças no cotidiano religioso, social e econômico do município de Farias Brito, desde que assumiu o comando da paróquia há seis anos. Para tanto, extingiu a cobrança de taxas para os sacramentos, aboliu as modalidades convencionais de bingos e rifas nas festas dos padroeiros, focando na evangelização humano-catequética, onde tem investido no acolhimento e na capacitação dos funcionários diocesano. 

Ações que conduziram a igreja cearense em referência no Ceará, quando o assunto é tratamento de pessoas e adequação de recursos para gerar desenvolvimento em evangelização. Nesse ângulo, a Nossa Senhora da Conceição tem se destacado como geradora de desenvolvimento sustentável e regional, com criação de emprego para o município, haja vista que 92% da população fariasbritense é católica.

Entretanto, o reavivamente da memória do Pe. Cícero Romão Batista, imortalizado para o nordestino brasileiro como Padim Ciço, e a criação da Abrafor (Associação Brasileira de Apoio às Famílias Órfãs) tem chamado a atenção de outras dioceses brasileiras. A entidade cuida de pais enlutados para que ajudem filhos órfãos de pais vivos ou mortos. São inúmeras as crianças e jovens órfãos de pais vivos, ausentes da família, perdidos nos vícios e na violência. A finalidade da orgnização é ajudá-los e confortá-los.

A Abrafor tem ampliado suas fronteiras a partir do apoio do cardeal do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta, que acolhe em sua arquidiocese o trabalho do religioso cearense, no apoio aos pais que perdem seus filhos por conta do narcotráfico e da violência em geral. E no viés dependência química, o sacerdote cearense disse ter sido cativado pelos diversos processos terapêuticos disponibilizados às pessoas em tratamento tanto ambulatorial quanto hospitalar pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-e-visitado-pelo-padre-cearense-das-familias-orfas/

ago 28 2017

CREDEQ capacita profissionais no método 12 passos

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realizou a qualificação de 37 de seus profissionais na metodologia “Os 12 passos da Espiritualidade no Tratamento da Dependência Química”. A habilitação aconteceu na manhã do último sábado, dia 26 de agosto, entre 8 e 12 horas, na Sala de Terapia Ocupacional 3, na Ala Adulta do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

O programa de Doze Passos é uma criação estadunidense, em 1935, da dupla Bill W. (William Griffith Wilson) e o cirurgião Bob S. (Dr. Robert Smith), inicialmente para o tratamento do alcoolismo e mais tarde estendido para praticamente todos os tipos de dependência química. Aliás, ambos fora alcoólicos.

Verdade seja dita, a proposta de quase nove décadas é o a viga mestra da grande maioria dos grupos de ajuda mútua ao tratamento de vícios com drogas psicoativas ou compulsões, como os Alcoólicos Anônimos e os Narcóticos Anônimos. É importante salientar que a espiritualidade no programa tem uma abordagem não-religiosa e sem-dogmas e divindades. Alguns estudos tenta concluir a influência da metodologia terapêutica sobre o individuo na recuperação da adição.

1º Passo – Admissão do total controle do vício sobre a vida do usuário, além da rendição aos que propõem auxílio.

2º Passo – Convicção plena de que não está sozinho, mas amparado por um Poder superior, capaz de dar foças ao começo da jornada de libertação.

3º Passo – Render-se a Deus, que passará a ter controle sobre a vida do usuário, que, trabalhará a entrega das suas vontades e da própria vida.

4º Passo – Descubra quais são as próprias barreiras, a partir de uma minuciosa autoanálise moral. Considerado um dos mais difíceis. Há necessidade de um padrinho.

5º Passo – Externe os próprios medos e suas consequentes falhas.

6º Passo – Prontidão. É o início da mudança. Precisará perceber que é o responsável pelas derrotas e conquistas.

7º Passo – Reconhecer as limitações e trabalhar a humildade, por meio de orações, pela quais roga livramento das imperfeições.

8º Passo – Reparação dos danos causados às pessoas. Hora de se redimir.

9º Passo – Consertando o passado. Neste paço a pessoa em recuperação ira precisar de algumas ferramentas como o bom-senso, um cuidadoso sentido de escolha do momento certo, coragem e muita prudência. É um dos mais importantes dos 12 passos.

10º Passo – Manter as mudanças e estimular a força de vontade.

11º Passo – O ex-usuário, por meio de prece e meditação, aprofunda sua comunhão com Deus, rogando conhecimento da sua vontade sobre a sua vida.

12º Passo – Espiritualidade. Vivência honesta com Deus. É chegada a hora de ajudar a outros que precisam, fortalecendo as motivações e solidificando as convicções.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/8591-2/

Posts mais antigos «