Categoria: Últimas Notícias

Três palestras marcam o Outubro Rosa no CREDEQ

Três palestras com histórias distintas, mas enfoques convergentes, marcam, no Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), a campanha de alertar às mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

As preleções dos dias 18 e 20 estão sob a responsabilidade da Gerência de Enfermagem e serão comandadas pela enfermeira Francyara Andrea, com foco nas pacientes internadas, assim como em todos as parentes femininas que realizarem a visita familiar do sábado. A exposição de sexta-feira (19) será realizada pela advogada Ediane Elias Fernandes, em Goiânia, que foi diagnosticada com câncer mamário em novembro de 2017. Esta palestra, que é organizada pela Gerência de RH, terá por público as colaboradoras do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

A palestra para as pacientes acontece no hall de convivência do Núcleo Feminino. As duas outras exposições terão lugar na Sala de Treinamento (STO3), do Ambulatório Infantojuvenil. Todos os três eventos acontecem entre 9 e 10 horas. No de sexta, as funcionárias serão brindadas com um momento da beleza, no qual expositoras e profissionais da beleza realizarão maquiagem e tratamento da pele, com produtos da Mary Kay.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não-melanoma, correspondendo a 28% dos casos novos a cada ano. A campanha do Outubro Rosa foi desenvolvida pelo Ministério da Saúde no início dos anos 1990, com o intuito de compartilhar informações sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. O símbolo desta campanha é um laço rosa, cor que simboliza a mulher.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/tres-palestras-marcam-o-outubro-rosa-no-credeq/

Emater inicia curso de hortaliças à  2ª turma de pacientes do CREDEQ

Até o próximo dia 30 de outubro, o escritório aparecidense da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (EMATER) terá qualificado todos os pacientes do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), na produção e exploração de hortaliças. Nesta quinta-feira, dia 18, tem início a 2ª turma, no Núcleo Masculino 02. As aulas práticas e teóricas acontecem sempre entre 9 e 12 horas.

Ao todo serão cinco turmas, sendo quatro masculinas (núcleos 01 e 02) e uma feminina. Na próxima semana (22/23 e 25/26) será a vez dos pacientes masculinos do Núcleo 01 a participarem do processo de qualificação. A quinta e última turma será das mulheres internadas (29/30). A entrega dos certificados de conclusão será entregue na manhã do dia 31 de outubro.

Com o aumento da demanda por alimentos cada vez mais saudáveis, naturais e cultivados em sistemas de produção sustentáveis, as olerícolas têm ganhado espaço nas unidades familiares, principalmente. Uma vez que, tais culturas possuem ciclos biológicos consideravelmente curtos, o que proporciona mais de um cultivo por ano, consequentemente, gera uma boa rentabilidade em pequenas áreas quando comparado a grandes culturas, como, por exemplo, soja e milho.

O cuidado diário de uma horta faz parte projeto terapêutico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, com o propósito de auxiliar no processo de reabilitação dos pacientes. A iniciativa é desenvolvida pela Gerência Multiprofissional. Em outubro de 2016, teve início a produção de hortas, com a criação de 12 canteiros com aproximadamente quatro metros cada. Esse volume, atualmente, está triplicado. As hortas são cultivadas em função de cada Unidade Terapêutica Residencial (UTR).

São cultivadas hortaliças, tubérculos e plantas medicinais. Entretanto, a parceria com a Emater prevê a viabilização de outros projetos, como o do Pomar, a da Lavoura Urbana e o do Quintal Legal. A Emater está disponibilizando suporte profissional, o qual auxilia e orienta a implantação do projeto, e cursos profissionalizantes, nos quais os pacientes aprendem técnicas de horticultura, as quais poderão auxiliá-los no processo de reinserção social e no mercado de trabalho.

A participação nessa terapia é opcional, pois se é respeitada a restrição de cada paciente, fazendo com que o projeto terapêutico singular do paciente esteja em constante adaptação.

o trabalho desenvolvido serve tanto como terapia ocupacional, como, também, uma maneira qualificada de se reinserir no mercado de trabalho. “As opções para se conquistar independência financeira, ao se dominar as técnicas de preparo e produção de hortas, assim como de plantas ornamentais, são grandes”, esclarecer Antônio Ribeiro, engenheiro agrônomo responsável pelo escritório aparecidense da Emater.

Para a superintendente executiva do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Salete Maria, “o curso, além de produzir efeitos físicos e financeiros, também, tende a gerar virtuosidades espirituais no paciente, que em analogia se identificam como mudas cultivadas e desenvolvidas”.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/emater-inicia-curso-de-hortalicas-a-2a-turma-de-pacientes-do-credeq/

Trabalhos do CREDEQ são apresentados em Congresso Nacional de Psiquiatria

Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), participa do 36º Congresso Brasileiro de Psiquiatria (36º CBP), com a apresentação de dois pôsteres técnicos-científicos, na área da Dependência. Os trabalhos serão apresentados pelo diretor técnico da unidade, Tiago Oliveira.

A programação do Congresso reúne 38 áreas temáticas, onde as atividades são divididas por assunto. A apresentação do CREDEQ – Prof. Jamil Issy será realizada pelo diretor Técnico, psiquiatra Tiago Oliveira, na área temática de Dependências. O CBP é o maior Congresso de Especialidade no Brasil e o 3º maior do mundo.

O evento acontece entre os dias 17 e 20 de outubro, em Brasília (DF), no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), na Asa Sul, com o tema Diretrizes para um modelo de assistência psiquiátrica no Brasil, isso é possível?

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/trabalhos-do-credeq-sao-apresentados-em-congresso-nacional-de-psiquiatria/

CREDEQ aplica testes rápidos em funcionários da Oi

A Gerência de Enfermagem do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realiza exames laboratoriais rápidos para quatro tipos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) – HIV/SIDA, Sífilis e hepatites B e C, em funcionários da Brasil Telecom/Oi, em Goiânia. As análises serão feitas durante Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (SIPAT 2018) daquela empresa.

A ação, que acontece nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, entre 9 horas e 16h30, na sede da Brasil Telecom/Oi, na Vila Redenção, é uma parceria com a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes da Brasil Telecom/Oi (CIPA/Oi). O exame se assemelha ao da glicose. O resultado é conhecido em cerca de 20 minutos. Para tanto, o sangue do paciente é colhido por um aparelho, semelhante ao pen drive, e analisado por outro equipamento, que evidencia uma linha no visor, caso o teste seja positivo para alguma das DST’s verificadas.

Os casos positivos serão comunicados à Vigilância Sanitária de Goiânia, bem como o paciente encaminhado para o tratamento no Departamento de Epidemiologia e Saúde Ambiental, da Secretaria Municipal da Saúde de Goiânia (SMS/Gyn). A responsabilidade pela realização dos testes será das enfermeiras do CREDEQ – Prof. Jamil Issy Thays  Gomes e Késia Pinheiro.

O objetivo desse trabalho, além de divulgar o trabalho desenvolvido pela única unidade de saúde pública em Goiás a tratar casos severos da dependência química, é prevenir e facilitar o acesso ao diagnóstico antecipado dessas doenças e despertar a consciência da necessidade do cuidado individual com a saúde.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-aplica-testes-rapidos-em-funcionarios-da-oi/

CREDEQ fala do relatório da OMS na Rádio Paz

O Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), participa, nesta segunda-feira, dia 15 de outubro, do Programa Ponto de Vista, da Rádio Paz (89,5 FM), falando sobre a ansiedade. De acordo com o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil tem a segunda maior taxa de transtorno de ansiedade do mundo. Representando o CREDEQ – Prof. Jamil Issy no debate está o diretor técnico, psiquiatra Tiago Oliveira.

Dados recentes divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que 9,3% dos brasileiros apresentam os sintomas de ansiedade. O País é o líder mundial na patologia, apresentado números três vezes maiores que a média mundial. Na América do Sul, por exemplo, os índices do Brasil superam países como Paraguai (7,6%), Chile (6,5%) e Uruguai (6,4%).

O programa está sendo comandado pela jornalista Márcia Alves, que está transmitido, ao vivo, entre 12 horas e 13h30. Para acompanhar, instale o App da emissora, que pode ser feito pelo site http://www.pazfm.com.br/site/. Dois outros participantes abordam o tema sob óticas distintas: Maysa Balduíno – psicóloga, psicanalista clínica e membro associada da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro; e Caio Fábio Martins – psicólogo clínico, especializando em gestão de pessoas e fundador da STG Consultoria.

Para participar o programa: Facebook: pazfmoficial / Twitter: @pazfm89 / Instagram: @pazfmoficial / Whatsapp: (62) 9 8599-2440 / Aplicativo: Paz Fm 89,5 – Você também pode assistir o Ponto de Vista e toda nossa programação na fanpage da Rádio Paz no facebook: pazfmoficial.

Atualmente, os transtornos derivados da ansiedade já são a terceira razão de afastamentos do trabalho no País, sendo que os gastos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) giram em torno de R$ 200 milhões em pagamentos de benefícios anuais, de acordo com dados da Previdência Social. Acredita-se que esses números são decorrentes dos conflitos socioeconomicos, violência, trânsito nas grandes cidades e instabilidade política, que geram tensão na população.

A ansiedade é uma resposta subjetiva ao estresse sofrido por um indivíduo. Para a medicina existem dois tipos da condição: o Transtono de Ansiedade Generalizada (TAG) e a Síndrone do Pânico, ambas doenças graves que precisam ser tratadas por um psiquiatra com o uso de medicamentos adequados para o controle dos sintomas.

Quanto aos sinais, eles podem variar de acordo com cada paciente. Entre os sinais estão a sensação de angústia, mal-estar, coração acelerado, desatenção, tremores estão entre os indícios. O que pode levar a sentimentos de grande desespero com prejuízos a vida de quem sofre com esse transtorno.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-fala-do-relatorio-da-onu-na-radio-paz/

CREDEQ realiza imunização de colaboradores e terceirados

O Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy) realiza uma campanha de atualização do calendário vacinal de colaboradores e terceirizados. A Gerência de Enfermagem da unidade estima que 410 pessoas sejam imunizadas. A campanha acontecerá até quarta-feira, entre 7 e 17 horas. O processo está sendo comandado pela enfermeira Thays Gomes.

O serviço será realizado na Sala de Vacinação do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, que funciona no Núcleo Masculino I. Estão sendo disponibilizadas vacinas de acordo com o calendário vacinal adulto, tais como Hepatite B, dTpa (coqueluche, tétano e difteria para gestante), dT (difteria e tétano para adulto), Febre Amarela e Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola).

De acordo com a gerente de Enfermagem, Moana Salviano, o serviço quer garantir a inserção dos pacientes ao sistema de saúde. Salviano também ressalta que o processo de imunização sistemático tende a reduzir a mortalidade e a morbidade de doenças que poderiam ser prevenidas pelo processo de vacinação.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-imunizacao-de-colaboradores-e-terceirados/

CREDEQ vai as urnas eleger nova CIPA

Os 334 colaboradores do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), vão às urnas escolherem os novos representantes para a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), gestão 2018/2019. Os votos poderão ser depositados nas urnas entre segunda e quinta-feiras. O pleito acontece nas dependências da unidade, entre 6h30 e 17 horas. A posse dos vencedores acontece no dia 24 de  outubro. 

O registro das candidaturas se encerrou no dia 24 de setembro, com 18 postulantes. A CIPA é composta por 16 cargos, sendo oito titulares e os demais suplentes. Metade dessas vagas (oito) estará sendo disputada entre os candidatos e estão vinculadas à cota funcional. Após a proclamação do resultado eleitoral, prevista para o início da noite do dia 4 de outubro, a direção do CREDEQ – Prof. Jamil Issy indicará tanto os nomes às oito vagas na cota patronal, como o responsável por comandar a entidade.

O objetivo da CIPA é preservar a saúde e a integridade física dos trabalhadores e de todos os que interagem com a empresa (aqueles que prestam serviço para a empresa). Cabe à CIPA investigar os acidentes e promover e divulgar o zelo pela observância das normas de segurança, bem como a promoção da Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT).

Aos trabalhadores da empresa compete indicar à CIPA situações de risco, apresentar sugestões e observar as recomendações quanto à prevenção de acidentes, utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) e de proteção coletiva fornecidos pelo empregador, bem como submeter-se a exames médicos previstos em Normas Regulamentadoras, quando aplicável.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-vai-as-urnas-eleger-nova-cipa/

Palestra encerra campanha de prevenção ao suicídio

A campanha Setembro Amarelo no Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), foi encerrada com uma palestra proferida pela psicóloga Marina de Moraes e Prado Morabi, que é metre em Psicologia, além de especialista em Psicologia da Saúde e Hospitalar e em Psicologia Clínica. O evento foi organizado pela Supervisão de Psicologia. 

A profissional falou sobre O fazer diário dos profissionais de saúde: entre o prazer e o sofrimento. O objetivo da exposição, de acordo com a organizadora do evento, a supervisora de Psicologia do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, psicóloga Kelly Christiane foi discutir como os profissionais da área da saúde podem ser impactados (prazer e sofrimento) pelas demandas do cotidiano.

De acordo com a psicóloga, os profissionais de saúde, que estão em contato direto com o paciente, seus familiares e suas expectativas, sofrem maior impacto dos efeitos advindos desta prática laboral. Deste modo, diante um processo de trabalho permeado de fatores que podem limitar ou bloquear a atuação destes profissionais, pode surgir a inquietação de como este profissional busca valorar e dar significado as suas atividades profissionais em um meio tão adverso. Nessa perspectiva, a profissional alerta para a importância dos cuidadores da saúde das pessoas, também cuidarem da sua própria saúde.

A explanação aconteceu na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Infantojuvenil, ao meio-dia. No curso do mês de Setembro, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy realizou algumas ações para despertar a atenção de pacientes, funcionários, familiares e fornecedores da unidade para a questão do suicídio e as formas de preveni-lo. Para tanto, distribuiu cartilha preparada pelo Núcleo de Ensino e Pesquisa, que prioriza a prevenção, realizou vivências, palestras e rodas de conversas informais.

Em termos de suicídio, o Brasil é o 8º país com maior número de suicídios. Estudo indicam que em dois anos, o volume de casos aumentará em 50%. Cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos por atentarem contra a própria vida, o que corresponde a uma morte a cada 40 segundos.

A cada morte, pelo menos seis pessoas são impactadas diretamente. Em 2015, o suicídio foi considerado a 2ª maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, causando maior mortes nas guerras e assassinatos juntos. Somente no Brasil, 32 pessoas comentem suicídio diariamente. Taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentou tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/palestra-encerra-campanha-de-prevencao-ao-suicidio/

CCIRAS do CREDEQ capacita enfermeiros

A Comissão de Controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (CCIRAS) do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), capacitou integrantes da Equipe de Enfermagem da unidade no processo de ferida e cicatrização, assim como nos tipos de curativos para cada uma das lesões.

A iniciativa foi resultado de uma parceria entre o CCIRAS/CREDEQ e a Gerência de Enfermagem. A palestra ministrada pela enfermeira responsável pelo serviço de Controle de Infecções, enfermeira Francyara Andrea Batista. Exposição aconteceu no dia 28 de setembro, e esclareceu sobre as novas técnicas para entender a diferença entre os diversos tipos de feridas, infecções etc., e garantir o melhor curativo.

Durante a exposição, que aconteceu entre 10 e 11 horas, na Sala da Terapia Ocupacional (SOT3), do Ambulatório Infantojuvenil, foram tratados diversos pontos como avaliação de uma ferida, fases de cicatrização da ferida, fatores que afetam a cicatrização de feridas, objetivo do curativo, tipos de feridas crônicas e os tipos de coberturas.

De acordo com a profissional, o objetivo é aprimorar o conhecimento científico da Equipe de Enfermagem sobre feridas e curativos, o que continuará garantindo a continuidade de uma assistência de qualidade prestada pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy.  Francyara Andrea esclarece que o enfermeiro é o profissional responsável pela avaliação e indicação do tratamento mais adequado para cada tipo de lesão e, portanto, precisa ter domínio nos conhecimentos de anatomia e fisiologia da pele, visão holística de fatores que interferem na cicatrização e nas medidas de prevenção das lesões cutâneas.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/cciras-do-credeq-capacita-enfermeiros/

Carregar mais