Morre Maria Stella, viúva do professor Jamil Issy

Faleceu no final da manhã deste sábado, 1º de setembro de 2018, a viúva do professor Jamil Issy, depois de permanecer 28 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Anis Rassi, no Setor Oeste, em Goiânia. Ela lutava contra uma severa pneumonia. O velório (a partir das 19 horas, do sábado) e o sepultamento (às 9 horas, de domingo, 2/9) acontecem no cemitério Jardim das Palmeiras, no Setor Norte Ferroviário, na Capital de Goiás. 

Maria Stella, que ficou casada por 53 anos, deixa quatro filhos – Alfredo, Marlise, Marcelo e Patrícia –, assim como genros, noras, netos e bisnetos. Ela tinha 82 anos de idade, completados no último dia 6 de agosto, e era sobrinha do senador Alfredo Nasser (1907-1965) e irmã da jornalista e advogada Consuelo Nasser (1938-2002).

Jamil Issy Quinan (1923-2010) era pioneiro na prevenção primária ao uso de drogas e fundador da Faculdade de Farmácia da UFG, da qual foi pró-Reitor. A lei estadual 18.627/2014, o homenageou ao nominar o 1º Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia. O CREDEQ – Prof. Jamil Issy, é uma unidade pública de saúde referência no tratamento de casos graves da dependência química.

O casamento

No final de 1957 e aos 21 anos, Maria Stella se casou com Jamil Issy, também filho de libaneses (José Issy-Maria Elias Quinan), natural de Vianópolis e irmã de Issy Quinan, que se tornaria parlamentar por três legislaturas (1963-1975). Reservado e estudioso, Jamil Issy optou pelos caminhos da pesquisa e do ensino. Fundou a Faculdade de Farmácia da UFG, da qual se tornou professor e pró-Reitor, escrevendo inúmeros livros e se consagrando, também, como toxicologista e palestrante.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/morre-maria-stella-viuva-do-professor-jamil-issy/