Credeq e Geed discutem uma rede de enfrentamento

 

Os setores de Planejamento e Assistência Social do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (Credeq – Prof. Jamil Issy) estiveram visitando a diretora geral do Grupo Executivo de Enfrentamento às Drogas do Estado de Goiás e presidente do Conselho Estadual de Políticas Sobre Drogas do Estado de Goiás (GEED), Ivânia Alves Fernandes, com o propósito de conhecerem os projetos e programas em desenvolvimento no órgão estadual.

img-20161109-wa0009

Esteve, também, presente ao encontro a gerente Técnica Operacional do GEED, Meire Incarnação Ribeiro Soares. Na oportunidade, o grupo, também, iniciou uma discussão sobre a possibilidade de se organizar uma rede de enfrentamento, que contemplasse diversos setores da saúde em Goiás.

Estabeleceu-se como consenso entre os participantes que a proteção efetiva contra a dependência química não passa apenas por uma rede acessível e de qualidade para a prevenção e o tratamento, mas também pelo suporte à família, que vivencia o longo e penoso processo e que adoece com o dependente químico, vendo seu mundo desabar.

Recentemente, a administração estadual, por meio do GEED, contratou 700 novas vagas para tratamento a dependentes químicos junto às instituições terapêuticas em Goiás. Criado em 2012, o GEED instituiu ampla política de prevenção às drogas e tratamento de dependentes químicos.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/%ef%bb%bf-credeq-e-geed-discutem-uma-rede-de-enfrentamento/

SMTA realiza sinalização no Credeq

A Superintendência Municipal de Trânsito de Aparecida de Goiânia (SMTA) está realizando um trabalho de sinalização gráfica horizontal no Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy).

img_0043

A ação é fruto de uma parceria firmada entre a autarquia municipal e a unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES). A sinalização está consumindo cerca de 198 litros de tintas e outros 54 litros de thinner, um solvente de tintas. Todo o material foi adquirido pela unidade de saúde estadual.

img_0053

O trabalho, que está sendo executado por sete pessoas (seis da autarquia municipal e um colaborador do CREDEQ – Prof. Jamil Issy), deve estar sendo concluído no final da tarde desta sexta-feira, 11 de novembro de 2016.

img_0044

Durante toda a semana, a SMTA esteve implementando a sinalização gráfica horizontal sobre o pavimento, cuja área beneficiada será de aproximadamente três mil metros quadrados. Uma superfície que corresponde a 30% da área construída do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, que é de 10 mil metros quadrados.

A sinalização tem por objetivo controlar, advertir, orientar e informar os usuários do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, organizando o fluxo de veículos e pedestres, de modo a aumentar a segurança e fluidez do trânsito, ordenar o fluxo do tráfego, canalizar e orientar os usuários da via. A sinalização horizontal, também, está destacando advertências e indicações de prioridades, como os símbolos em áreas especiais de estacionamento, ou de parada para embarque e desembarque.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/smta-realiza-sinalizacao-no-credeq/

Credeq reúne colaboradores para falar sobre arquivamento de inquérito do MP

publicar

“Lutamos contra a dependência química por ser missão de vida”. Com esta assertiva, a superintendente do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), Salete Maria de Sousa Reis abriu uma reunião com os colaborares administrativo, em que tratou sobre o arquivamento, pelo Ministério Público de Goiás, de um inquérito contra a instituição.

O encontro, que teve cerca de 15 minutos de duração, com início às 11h45, aconteceu na manhã desta quinta-feira, 10 de novembro, no anfiteatro da Admissão Adulta do CREDEQ – Prof. Jamil Issy.

O procedimento civil público investigou supostas irregularidades no repasse e no volume de recursos da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás à Organização Social Associação Comunidade Luz da Vida (OS Luz da Vida), responsável por gerir e operar o CREDEQ – Prof. Jamil Issy. O MP questionava o fato de o empreendimento público receber recursos apesar de não estar funcionamento.

Segurando o despacho redigido e assinado pelo titular da 57ª Promotoria de Justiça de Goiânia, Fernando Aurvalle Krebs, a dirigente do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, ressaltou que o MP não apenas constatou a lisura da entidade religiosa, mas, também, ficou surpreso com a experiência da OS.

“Ademais, a organização social selecionada comprovou experiência de 18 (dezoito) anos na área de atividade a ser exercida.”, escreveu Krebs. Salete ressaltou, ainda, que o promotor fez questão de frisar que todos os funcionários do CREDEQ – Prof. Jamil Issy foram contratados após processo seletivo.

“Durante quatro meses, respondemos a todos as interpelações realizadas pelo Ministério Público, com sincera serenidade. Nossas respostas descansaram em Deus. Era uma questão de tempo”, rememorou Salete Maria.

Didática, a dirigente do CREDEQ – Prof. Jamil Issy  pediu aos colaboradores para continuarem  desenvolvendo um trabalho cada vez mais excelente e recuperador”.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-reune-colaboradores-para-falar-sobre-arquivamento-de-inquerito-do-mp/

Emater realiza curso de capacitação no Credeq

 

img_0014

 

Durante toda a semana, o escritório local da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater Aparecida de Goiânia) está realizando cursos de qualificação dos pacientes do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), que é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES).
img_0011A inciativa, que é desenvolvida pelo setor de Terapia Ocupacional da instituição de saúde e é o resultado de uma parceria entre Emater e CREDEQ – Prof. Jamil Issy, tem como propósito auxiliar os pacientes em seus processos de reabilitação. A participação nessa terapia é opcional, pois se é respeitada a restrição de cada paciente, fazendo com que o projeto terapêutico singular esteja em constante adaptação.

Além da finalidade terapêutica, o projeto quer fornecer condições para que os internos acessem uma ferramenta capaz de lhes viabilizar reinserção ao mercado de trabalho e consequentemente geradora de renda, mediante a aprendizagem de horticultura.

 

O curso está dividido entre aulas práticas e teóricas. Na sexta-feira (11), todos os participantes serão certificados. Neste primeiro instante, estão sendo criadas duas hortas, com 12 canteiros de aproximadamente quatro metros cada.

 

img_0020

As hortas são cultivadas em função de cada Unidade Terapêutica Residencial (UTR). A princípio serão plantadas hortaliças, tubérculos e plantas medicinais. A previsão para a colheita é de 45 dias, ou seja, por volta da época do Natal. A parceria com a Emater, vale ressaltar, prevê, ainda, a viabilização de outros projetos, como o do Pomar, a da Lavoura Urbana e o do Quintal Legal.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/emater-realiza-curso-de-capacitacao-no-credeq/

Pacientes do Credeq serão acompanhados por seus municípios

parceria-com-aparecidaOs setores de Planejamento e Assistência Social do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), está fechando parceria com os municípios que referenciam seus pacientes, com o intuito de que sejam acompanhados após receberem alta da unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás.

Nas últimas 20 semanas de funcionamento do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, foram atendidos 144 pacientes, dos quais 74 foram submetidos ao protocolo terapêutico da unidade de saúde. Dentre os dez municípios que encaminharam pacientes (Aparecida de Goiânia, Goiânia, Aragarças, Goianira, Itauçu, Morrinhos, Senador Canedo, Uruana Rubiataba e Caldas Novas), a capital goiana foi a que mais referenciou, com 48 encaminhamentos.

De acordo com a assessora de Planejamento do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Daianny Batista, a meta é cristalizar relacionamento com todos os municípios, com a finalidade de que eles acompanhem a recuperação terapêutica dos ex-internos e possam apoiá-los, assim como suas famílias.

O primeiro município a firma parceria foi Aparecida de Goiânia, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Estão agendadas para as próximas semanas reuniões com os setores sociais de Senador Canedo e Goiânia.

“Nosso foco é na otimização do trabalho em rede, pois assim se consegue uma maior garantia no atendimento e no acompanhamento nas áreas de saúde e assistência social aos pacientes interno e familiares destes, durante e após o período de internação”, esclarece Daianny Batista.

O trabalho, também, visa facilitar o acesso dos pacientes e de seus familiares aos programas e projetos sociais de cada município durante e após o tempo destinado ao tratamento.

Participaram do processo de viabilização da parceria em Aparecida de Goiânia, além das representantes do CREDEQ – Prof. Jamil Issy (assistente social Elis Marina e Daianny Batista), o superintendente de Proteção Social Especial de Aparecida, Hamilton Fideles; a superintendente de Proteção Social Básica, Regilene Moreira; a psicóloga e coordenadora do Centro de Referência Especializado em Assistência à População em Situação de Rua (Centro Pop), Christine Ramos (foto nesta página).

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/pacientes-do-credeq-serao-acompanhados-por-seus-municipios/

Credeq realiza visita técnica ao HDS

Os setores de Planejamento e Faturista do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), realizaram uma visita técnica ao Hospital de Dermatologia Sanitária e Reabilitação Santa Marta (HDS), no início desta semana, com o propósito de atualizarem conhecimento na área de faturamento.

(esq. p/ dir.) Darlan, Daianny, Carlos e Meire

(esq. p/ dir.) Darlan, Daianny, Carlos e Meire

Acompanhado pela assessora de Planejamento Daianny Batista, o faturista Carlos Martins conheceu os processos utilizados pelo setor Administrativo do HDS. Atento às explicações, os dois representantes do CREDEQ – Prof. Jamil Issy foram recepcionados pelo diretor Administrativo e Financeiro do HDS, Darlan Dias Santana, e pela coordenadora de Planejamento daquela unidade, Meire Magalhães.

O HDS é uma unidade de atendimento ambulatorial e hospitalar de média complexidade, da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES), que atende usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em dermatologia, cardiologia, ortopedia, oftalmologia, infectologia, clínica médica, endocrinologia, geriatria e psiquiatria, encaminhados por outras unidades de saúde de baixa complexidade. A unidade é referência para a Região Metropolitana de Goiânia e todo o Estado no tratamento de pacientes com complicações provocadas pela hanseníase e outras doenças dermatológicas.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-visita-tecnica-ao-hds/

MP arquiva inquérito que apurava supostas irregularidades em pagamentos à OS gestora do Credeq

O Ministério Público de Goiás arquivou o inquérito civil público que investigava supostas irregularidades no repasse e no volume de recursos da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás à Organização Social Associação Comunidade Luz da Vida, responsável por gerir e operar o Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy). O MP questionava o fato do empreendimento público receber recursos apesar de não estar funcionamento. credeq-aerea

Depois de analisar as provas, produzidas nos últimos quatro meses, o MP determinou o arquivamento do procedimento, alegando que todos os procedimentos administrativos e financeiros adotados tanto pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, quanto a Associação Comunidade Luz da Vida estão em conformidade com a legislação.

 

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/mp-arquiva-inquerito-que-apurava-supostas-irregularidades-em-pagamentos-a-os-gestora-do-credeq/

Palestra sobre câncer de mama atrai público feminino

img-20161028-wa0030

O público feminino do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), participou em peso da palestra sobre câncer de mama, proferida pela supervisora de Enfermagem do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Moana Salviano Neto. O evento aconteceu no início da manhã desta sexta-feira, 28 de outubro, na Sala de Terapia Ocupacional, na Recepção da Admissão de Adulto.

img-20161028-wa0032

Durante a apresentação, a técnica de enfermagem Karina Pereira Mello, uma das colaboradoras da instituição de saúde, narrou a sua luta e superação contra o câncer de mama. Diagnosticada em dezembro de 2011, Karina Pereira ainda está em tratamento e se encontra em estágio de remissão completa, sem quaisquer sinais de atividade da doença e riscos de recidiva. Aliás, em menos de 40 dias, Karina Pereira, que realizou todo o tratamento medicamentoso, inclusive com retirada total das mamas e colocação de próteses, será declarada pela Medicina como curada.

img-20161028-wa0031

Segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. No ano de 2010 ocorreram 49.240 novos casos de câncer de mama no Brasil. A estimativa de novos para este ano de 2016, conforme dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer), é de 57.960 casos. No ano de 2008, 11.985 pessoas morreram por causa do câncer de mama, sendo 125 homens. O câncer de mama no homem é raro e o principal sintomas é um nódulo endurecido atrás do “bico” do peito, principalmente em pacientes acima de 50 anos de idade.

img-20161028-wa0042

O câncer de mama representa um grave problema de saúde pública em todo o mundo. Ele é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e, de longe, o mais prevalente entre as mulheres. A sua incidência é maior na América do Norte e no Norte da Europa; intermediária no restante da Europa e na América do Sul, e menor na Ásia e nos países menos desenvolvido.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/palestra-sobre-cancer-de-mama-atrai-publico-feminino/

Credeq realiza palestra sobre câncer de mama

A supervisora de Enfermagem do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Moana Salviano Neto, profere nesta sexta-feira, dia 28 de outubro, uma palestra sobre câncer de mama, aos colaboradores da instituição de saúde, que é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O evento acontece a partir das 8h30, na Sala de Terapia Ocupacional, na Recepção da Admissão de Adulto. moana-a-enfermeira

A intenção é alertar, não apenas sobre a alta incidência, morbidade, mortalidade e elevado custo no tratamento da doença, mas, também, sobre a necessidade de mudança de hábitos, uma vez que há grande prevalência do câncer de mama em mulheres com excesso de gordura corporal na região abdominal, porque apresentarem ação hormonal excessiva.

A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) calcula que, neste ano, o número de novos casos de câncer de mama em Goiás deve ficar entre 1,7 mil e 2 mil. Moana Salviano destaca que a mamografia precisa ser feita anualmente a partir dos 35 anos, se a mulher tiver casos da doença na família, ou a partir dos 40 anos. A comunidade médica é unanime em afirmar que a cura é diretamente proporcional à época em que é feito o diagnóstico, explicando que quanto menor o tumor maior a chance de cura.

O câncer de mama representa um grave problema de saúde pública em todo o mundo. Ele é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e, de longe, o mais prevalente entre as mulheres. A sua incidência é maior na América do Norte e no Norte da Europa; intermediária no restante da Europa e na América do Sul, e menor na Ásia e nos países menos desenvolvido.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-realiza-palestra-sobre-cancer-de-mama/

Credeq têm metas contratuais monitoradas

O Centro de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecia de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), recebe, no início desta manhã, uma equipe da Superintendência de Controle Avaliação e Gerenciamento das Unidades de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde em Goiás (COMFIC/GEFIC/SES-GO), que realizará o monitoramento das metas contratuais e, posterior, elaboração de relatório.

20161026_091006

De acordo com o diretor Geral do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Cleison Rodrigues, a unidade é constantemente avaliada, considerando que os recursos e o patrimônio físico são público e a gestão administrativa, financeira, clínica e pessoal é protagonizada por uma organização social, no caso a Associação Comunidade Luz da Vida. Nessa visita técnica, a equipe do COMFIC/GEFIC/SES-GO adiantou que todos os dados passarão a ser disponibilizados pelo Portal da Transparência.

Recentemente, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy foi inspecionado pela Agência Goiânia de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR), com o propósito de checar se havia ou não qualidadcredeq-aereae na prestação dos serviços. A eficácia da instituição foi aprovada.

Em 19 semanas de funcionamento, a equipe de multiprofissionais (psiquiatra, psicólogo, clínico geral, enfermeira e assistente social) do CREDEQ – Prof. Jamil Issy realizou avaliações em 111 pacientes, dos quais 63 passaram pelo processo terapêutico na unidade, por apresentarem quadros severos e disponibilidade ao tratamento.

Todos estes pacientes foram encaminhados por dez municípios (Aparecida de Goiânia, Goiânia, Aragarças, Goianira, Itauçu, Morrinhos, Senador Canedo, Rubiataba, Caldas Novas e Uruana). A capital goiana foi a que mais referenciou, com 38 encaminhamentos.

Quando estiver funcionando plenamente, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy terá 96 pacientes, com previsão de uma média de 400 consultas e dois mil atendimentos mensais. O cronograma de funcionamento foi estipulado pela SES.

img_20160721_114120030_hdrOs pacientes do Credeq são regulados por meio dos 11 Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD), distribuídos por diferentes municípios goianos. A previsão é de que ao se atingir a sua capacidade plena ele passe a prestar atendimento às pessoas referenciadas pelos 74 Caps de todo o Estado e pelas unidades básicas de saúde daqueles municípios desprovidos de Caps.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-tem-metas-contratuais-monitoradas/

Carregar mais