Peça teatral mostra que o silêncio leva ao suicídio

A vida é permeada por opções. Com base nesta premissa, colaboradores e pacientes do Núcleo Feminino do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), encenaram na manhã desta sexta-feira, dia 21, uma peça teatral, alertando para o suicídio e a necessidade de se cultivar a vivência social.

Nominada por Escolhas, a peça é uma adaptação do drama estadunidense Life House Everything, de 2006, ao programa terapêutico desenvolvido pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy. Durante a apresentação da peça, a psicóloga Fabia Armellini esclareceu que a vida é permeada por possibilidades, sendo responsabilidade de cada um discernir o que é melhor para a sua jornada.

A iniciativa teve por objetivo trabalhar, a partir da campanha Setembro Amarelo, a prevenção contra o suicídio, partindo do pressuposto que é necessário se falar sobre as aflições e carências pessoais. “A peça foi trabalhada nos grupos terapêuticos, onde o paciente fala sobre suas dores e angústias, para depois dar um novo significado a elas. Simultaneamente, trabalhamos a estratégias de resoluções de problemas, como forma de se aliviar as constrições”, esclarece Armellini.

De acordo com a profissional, o suicídio pode ser prevenido. É preciso que a pessoa que está disposta a tirar a própria vida, entre em contato com que lhe aflige, permitindo-se falar e pedir ajuda. “São atitudes simples, mas que fazem a diferença”, frisa a psicóloga. Em termos de suicídio, o Brasil é o 8º país com maior número de suicídios. Estudo indicam que em dois anos, o volume de casos aumentará em 50%. Cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos por atentarem contra a própria vida, o que corresponde a uma morte a cada 40 segundos.

Sem contar que a cada morte, pelo menos seis pessoas são impactadas diretamente. Em 2015, o suicídio foi considerado a 2ª maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, causando maior mortes nas guerras e assassinatos juntos. Somente no Brasil, 32 pessoas comentem suicídio diariamente. Taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentou tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/peca-teatral-mostra-que-o-silencio-leva-ao-suicidio/