Arquivo por tag: Setembro Amarelo

Palestra encerra campanha de prevenção ao suicídio

A campanha Setembro Amarelo no Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), foi encerrada com uma palestra proferida pela psicóloga Marina de Moraes e Prado Morabi, que é metre em Psicologia, além de especialista em Psicologia da Saúde e Hospitalar e em Psicologia Clínica. O evento foi organizado pela Supervisão de Psicologia. 

A profissional falou sobre O fazer diário dos profissionais de saúde: entre o prazer e o sofrimento. O objetivo da exposição, de acordo com a organizadora do evento, a supervisora de Psicologia do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, psicóloga Kelly Christiane foi discutir como os profissionais da área da saúde podem ser impactados (prazer e sofrimento) pelas demandas do cotidiano.

De acordo com a psicóloga, os profissionais de saúde, que estão em contato direto com o paciente, seus familiares e suas expectativas, sofrem maior impacto dos efeitos advindos desta prática laboral. Deste modo, diante um processo de trabalho permeado de fatores que podem limitar ou bloquear a atuação destes profissionais, pode surgir a inquietação de como este profissional busca valorar e dar significado as suas atividades profissionais em um meio tão adverso. Nessa perspectiva, a profissional alerta para a importância dos cuidadores da saúde das pessoas, também cuidarem da sua própria saúde.

A explanação aconteceu na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Infantojuvenil, ao meio-dia. No curso do mês de Setembro, o CREDEQ – Prof. Jamil Issy realizou algumas ações para despertar a atenção de pacientes, funcionários, familiares e fornecedores da unidade para a questão do suicídio e as formas de preveni-lo. Para tanto, distribuiu cartilha preparada pelo Núcleo de Ensino e Pesquisa, que prioriza a prevenção, realizou vivências, palestras e rodas de conversas informais.

Em termos de suicídio, o Brasil é o 8º país com maior número de suicídios. Estudo indicam que em dois anos, o volume de casos aumentará em 50%. Cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos por atentarem contra a própria vida, o que corresponde a uma morte a cada 40 segundos.

A cada morte, pelo menos seis pessoas são impactadas diretamente. Em 2015, o suicídio foi considerado a 2ª maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, causando maior mortes nas guerras e assassinatos juntos. Somente no Brasil, 32 pessoas comentem suicídio diariamente. Taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentou tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/palestra-encerra-campanha-de-prevencao-ao-suicidio/

CREDEQ encerra ações sobre Setembro Amarelo

Para encerrar as atividades do Setembro Amarelo no Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), acontece a palestra com a psicóloga Marina de Moraes e Prado Morabi, que é metre em Psicologia, além de especialista em Psicologia da Saúde e Hospitalar e em Psicologia Clínica.

A profissional fará sobre O fazer diário dos profissionais de saúde: entre o prazer e o sofrimento. O objetivo da exposição, de acordo com a organizadora do evento, a supervisora de Psicologia do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, psicóloga Kelly Christiane é discutir como os profissionais da área da saúde podem ser impactados (prazer e sofrimento) pelas demandas do cotidiano.

Nessa perspectiva, a profissional alerta para a importância dos cuidadores da saúde das pessoas, também cuidarem da sua própria saúde. A explanação acontecerá na Sala de Terapia Ocupacional 3, do Ambulatório Infantojuvenil, ao meio-dia.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/16106-2/

Peça teatral mostra que o silêncio leva ao suicídio

A vida é permeada por opções. Com base nesta premissa, colaboradores e pacientes do Núcleo Feminino do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), encenaram na manhã desta sexta-feira, dia 21, uma peça teatral, alertando para o suicídio e a necessidade de se cultivar a vivência social.

Nominada por Escolhas, a peça é uma adaptação do drama estadunidense Life House Everything, de 2006, ao programa terapêutico desenvolvido pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy. Durante a apresentação da peça, a psicóloga Fabia Armellini esclareceu que a vida é permeada por possibilidades, sendo responsabilidade de cada um discernir o que é melhor para a sua jornada.

A iniciativa teve por objetivo trabalhar, a partir da campanha Setembro Amarelo, a prevenção contra o suicídio, partindo do pressuposto que é necessário se falar sobre as aflições e carências pessoais. “A peça foi trabalhada nos grupos terapêuticos, onde o paciente fala sobre suas dores e angústias, para depois dar um novo significado a elas. Simultaneamente, trabalhamos a estratégias de resoluções de problemas, como forma de se aliviar as constrições”, esclarece Armellini.

De acordo com a profissional, o suicídio pode ser prevenido. É preciso que a pessoa que está disposta a tirar a própria vida, entre em contato com que lhe aflige, permitindo-se falar e pedir ajuda. “São atitudes simples, mas que fazem a diferença”, frisa a psicóloga. Em termos de suicídio, o Brasil é o 8º país com maior número de suicídios. Estudo indicam que em dois anos, o volume de casos aumentará em 50%. Cerca de 800 mil pessoas morrem todos os anos por atentarem contra a própria vida, o que corresponde a uma morte a cada 40 segundos.

Sem contar que a cada morte, pelo menos seis pessoas são impactadas diretamente. Em 2015, o suicídio foi considerado a 2ª maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, causando maior mortes nas guerras e assassinatos juntos. Somente no Brasil, 32 pessoas comentem suicídio diariamente. Taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentou tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/peca-teatral-mostra-que-o-silencio-leva-ao-suicidio/

Pacientes encenam peça de alerta sobre suicídio

Pacientes do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), com o apoio da equipe de Psicologia do Núcleo Feminino, encenam peça teatral alertando sobre suicídio. A ação integra o calendário do CREDEQ – Prof. Jamil Issy sobre o Setembro Amarelo.

A vivência acontece às 10 horas, desta sexta-feira, dia 21 de setembro, no hall do Núcleo Feminino. A ação é destinada a todos colaboradores da unidade de saúde. De acordo com a Supervisão de Psicologia o objetivo da peça teatral é sensibilizar e conscientizar o público ao reconhecimento dos sinais de risco ao suicídio e o acesso ao auxílio psicossocial.

Simultaneamente, a equipe do Núcleo de Ensino e Pesquisa e da Supervisão do Serviço Social continuam a distribuição de uma cartilha que prioriza a prevenção. A cada morte, pelo menos seis pessoas são impactadas diretamente. Em 2015, o suicídio foi considerado a 2ª maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo, causando maior mortes nas guerras e assassinatos juntos. Somente no Brasil, 32 pessoas comentem suicídio diariamente. Taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentou tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio.

Apesar de números tão alarmantes, o assunto, de acordo com o diretor Tiago Oliveira, ainda é tratado como tabu. “O que é um equívoco. Evita-se o assunto, o que só colabora para seu aumento dos casos, pois as pessoas muitas vezes não sabem que podem procurar ajuda”, adverte o médico psiquiatra.

A Campanha Setembro Amarelo é realizada no Brasil anualmente desde 2014, por iniciativa da Associação Brasileira de Psiquiatria, em conjunto com o Conselho Federal de Medicina. O foco central campanha é a necessidade de identificação dos sinais que um suicida emite, da prevenção e das ações de apoio ao paciente no interior dos lares e locais de trabalho, e, principalmente, o encaminhamento à terapia especializada.

 

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/pacientes-encenam-peca-de-alerta-sobre-suicidio/

CREDEQ na Rádio Paz

O Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), participa nesta segunda-feira, dia 17 de setembro, do Programa Ponto de Vista, da Rádio Paz (89,5 FM), falando sobre o suicídio. O tema faz parte de uma campanha preventiva deflagrada em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Na unidade de saúde, o assunto está sendo trabalhado pela coordenadora do Núcleo de Ensino e Pesquisa, psiquiatra Melissa Duarte, com o apoio da supervisora do Serviço Social, Elis Marina Monteiro, mediante palestras, vivências e distribuições de cartilhas.

Na rádio, a médica tratará o tema durante o programa comandado pelo jornalista Luíz Alberto, que será transmitido, ao vivo, entre 12h20 e 13h30. Para acompanhar, instale o App da emissora, que pode ser feito pelo site http://www.pazfm.com.br/site/. Dois outros participantes abordarão o tema sob óticas distintas: o pastor Sérgio Vaz, da Igreja Batista no Crimeia Leste, e Dhin Ally Untar, médico psiquiatra, coach e terapeuta, que atende no Centro Médico Alameda.

Para participar o programa: Facebook: pazfmoficial / Twitter: @pazfm89 / Instagram: @pazfmoficial / Whatsapp: (62) 9 8599-2440 / Aplicativo: Paz Fm 89,5 – Você também pode assistir o Ponto de Vista e toda nossa programação na fanpage da Rádio Paz no facebook: pazfmoficial.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-na-radio-paz/

CREDEQ na TV Metrópole

A coordenadora de Ensino e Pesquisa do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), psiquiatra Melissa Duarte protagonizou uma reportagem gravada pela TV Metrópole, na manhã desta segunda-feira, dia 17 de setembro, por volta das 9 horas, na Praça Coliseu, da unidade de saúde.

A entrevista, que trata sobre o suicídio e suas implicações sociais e médicas, será levada ao ar durante o JM News, ao meio dia. Você pode assisti-la pelo canal 24 da NET, por meio do APP (baixá-lo no site http://www.metropole360.tv.br), ou assistir diretamente no Portal da emissora (http://www.metropole360.tv.br).

A campanha Setembro Amarelo de enfrentamento e prevenção ao suicídio foi deflagrada em 2015, no Brasil, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria.  O tema está sendo tratado pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy ao longo de todo o mês, com diversas atividades internas.

Link permanente para este artigo: http://credeq-go.org.br/credeq-na-radio-paz-2/