CREDEQ e HGG fazem live sobre setembro amarelo


De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem um número equivalente a um suicídio a cada 45 minutos. O que resulta em 12 mil mortes em solo brasileiro anualmente. No mundo, por sua vez, os números são assustadores:  há uma tentativa falha de tirar a própria vida a cada três segundos e uma definitiva a cada 40 segundos. São cerca de 1 milhão de suicídios em todo o planeta. 

De acordo com o mesmo levantamento, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no Brasil, ficando atrás de violência interpessoal e acidentes de trânsito. Cerca de quase todos esses suicídios estão relacionados a transtornos mentais, como a depressão. Uma outra publicação, a do Ministério da Saúde, revela que a intoxicação é responsável por 18% das mortes, enquanto o enforcamento apresenta um índice de 60% dos óbitos.

É nesse cenário que o Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), e o Hospital Geral de Goiânia (HGG) realizam um live no início desta noite de sexta-feira, 25 de setembro, para tratar sobre a importância do suicídio sobre duas óticas: a midiática e a indígena. 

O assunto vai ser abordado por dois psiquiatras, sendo pelo CREDEQ – Prof. Jamil Issy, o seu diretor Técnico, Danilo Fiorroto, e pelo HGG, o seu coordenador de Residência em Psiquiatria/HGG e coordenador de Ensino em Pesquisa no CREDEQ, Cláudio Reimer. O evento, que acontece entre 19h30 e 20h30, pode ser acessado pelo endereço no Instagram do médico Reimer (@claudio.psiquiatra). 

A iniciativa faz parte de um ciclo de palestras sobre suicídio. Vale ressaltar que nem todos os suicídios serão resultantes de transtornos mentais, mas a comunidade Psiquiátrica frisa que cerca de 96,8% dos casos de suicídio ocorridos estiveram relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.

Caso alguém precise de apoio emocional, entre em contato com o serviço gratuito de prevenção do suicídio CVV, o Centro de Valorização da Vida, através do telefone 188 ou do site www.cvv.org.br. O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2014 pelo CVV, CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor amarela ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.

 

25 set 2020



DEPOIMENTOS


  • Endereço

    Avenida Tanner de Melo, S/N – quadra gleba 02, lote parte 02
    Fazenda Santo Antônio Aparecida de Goiânia – GO CEP: 74993-551