Emater entrega certificados a pacientes do CREDEQ


O escritório aparecidense da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (EMATER) entrega, na segunda-feira, dia 12 de agosto, certificados de conclusão do Curso Olericultura a 30 pacientes em processo de reabilitação contra a dependência química internados no Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), na produção e exploração de hortaliças.

O evento, que é promovido pela Gerência Multiprofissional, acontece às 9 horas, no Anfiteatro de Musicoterapia do Núcleo Masculino 1. “O objetivo do curso da Olericultura é a reinserção social, por meio da capacitação técnica que promove a ampliação das possibilidades de auto sustentação financeira com maior autonomia do indivíduo na sociedade”, completa o Supervisor Multiprofissional, Olímpio Teodoro Rosa Junior.

A Emater é responsável pelo suporte profissional, o qual auxilia e orienta a implantação do projeto e cursos profissionalizantes, nos quais os pacientes aprendem técnicas de horticultura, pelas quais poderão auxiliá-los no processo de reinserção social e no mercado de trabalho. A participação nessa terapia é opcional, pois se é respeitada a restrição de cada paciente, fazendo com que o projeto terapêutico singular do paciente esteja em constante adaptação.

O curso foi ministrado, entre os dias 15 e 23 de julho, pelo engenheiro agrônomo é Antônio Ribeiro de Campos, responsável pela unidade aparecidense da Emater, que distribuiu os interessados em três turmas. As aulas práticas e teóricas aconteceram sempre entre 9 e 12 horas.

Com o aumento da demanda por alimentos cada vez mais saudáveis, naturais e cultivados em sistemas de produção sustentáveis, as olerícolas têm ganhado espaço nas unidades familiares, principalmente. Uma vez que, tais culturas possuem ciclos biológicos consideravelmente curtos, o que proporciona mais de um cultivo por ano, consequentemente, gera uma boa rentabilidade em pequenas áreas quando comparado a grandes culturas, como, por exemplo, soja e milho.

O cuidado diário de uma horta faz parte projeto terapêutico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, com o propósito de auxiliar no processo de reabilitação dos pacientes. Em outubro de 2016, teve início a produção de hortas, com a criação de 12 canteiros com aproximadamente quatro metros cada. Esse volume, atualmente, está triplicado. As hortas são cultivadas em função de cada Unidade Terapêutica Residencial (UTR). São cultivadas hortaliças, tubérculos e plantas medicinais.

9 ago 2019



DEPOIMENTOS


  • Endereço

    Avenida Tanner de Melo, S/N – quadra gleba 02, lote parte 02
    Fazenda Santo Antônio Aparecida de Goiânia – GO CEP: 74993-551