Habilidades sociais resgatam dependente das drogas


Ninguém que busca tratamento no Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química, em Aparecida de Goiânia (CREDEQ – Prof. Jamil Issy), está conseguindo, plenamente, expressar seus desejos, opiniões, sentimentos e atitudes de forma adequada, tanto no contexto social e familiar, como no profissional. E, muito provavelmente, esta incapacidade em estabelecer afinidades consigo e com outras pessoas tenha se agravado com a dependência química.

E neste cenário, que o protocolo terapêutico do CREDEQ – Prof. Jamil Issy proporciona ao paciente duas importantes abordagens: física e psicológica. A primeira, iniciada com a desintoxicação, pela qual o paciente se vê livre da droga e percebe ser possível ficar vivo sem ela. A outra, o ensinará a viver sem a droga e se relacionar com o mundo que o cerca, sem que para isto preciso buscar forças para enfrentar os desafios em outras realidades senão em si mesmo.

Este trabalho é desenvolvido pelo terceiro alicerce do protocolo terapêutico, as ações psicoeducacionais, pelas quais o indivíduo aprende habilidades sociais, psicológicas e emocionais por meio de três programas: Candeeiro (Comunicação Assertiva), Treinamento de Habilidades Sociais (THS) e Prevenção de Recaídas (PR).

Esta trilogia possibilita ao paciente estar presente em sua realidade e assumir o controle da sua vida, abrindo caminho para se reabilitar. No que se refere a habilidades sociais, elas devem ser aprendidas e treinadas para se obter um ambiente familiar, profissional e social mais estável e amplo, que ajude a resguardar as pessoas de problemas cada vez mais comuns como depressão, vícios, ansiedade ou solidão.

A equipe de psicologia do CREDEQ – Prof. Jamil Issy oferece aos seus pacientes o Tratamento de Habilidades Sociais (THS), que auxiliam a restabelecer pontes entre o dependente químico, a sua família e a sociedade em geral. De acordo com a psicóloga clínica da instituição médica, Fabia Armellini, o dependente químico tende a afastar-se do convívio social, que inclui família, trabalho, espiritualidade, lazer e saúde, o que resulta em uma ruptura entre o indivíduo e a sociedade.

Essa quebra nos vínculos faz com que o foco seja unicamente no vício. A desintoxicação química é a primeira etapa do tratamento dos pacientes que chegam ao CREDEQ – Prof. Jamil Issy. Talvez seja uma das etapas mais importantes, pois revela, na prática, ao paciente que ele pode viver sem as drogas. É um grande choque. A partir de então, lhe é apresentado um novo mundo de possibilidades fora das drogas.

O tratamento de habilidades sociais auxilia o paciente compreender e expressar melhor seus sentimentos em uma realidade sem a droga. O que lhe capacita a se comportar de maneira assertiva, compreendendo a importância de se abrir para novos elos emocionais, rompendo os laços com o vício e criando laços com a sociedade e a família.

O paciente precisa assumir outros papéis, novas realidades onde a droga não seja o centro da sua vida, paciente e família precisar ser acompanhados para que o tratamento tenha eficácia informa a psicóloga clínica do CREDEQ – Prof. Jamil Issy, Fabia Armellini.

4 jun 2020



    DEPOIMENTOS


  • Endereço

    Avenida Tanner de Melo, S/N – quadra gleba 02, lote parte 02
    Fazenda Santo Antônio Aparecida de Goiânia – GO CEP: 74993-551