PREVENINDO A RECAÍDA


Quando se começa um processo de recuperação, principalmente nas drogas, é importante ficar atento à síndrome da recaída. O paciente caminha por um determinado tempo na sobriedade, é fiel ao tratamento e ao projeto de vida traçado, mas corre o risco de vacilar na auto suficiência, de achar que já dá conta sozinho e que não precisa ser tão radical com as coisas. Um descuido, um vacilo, já se coloca o processo de recuperação a baixo. O contato com antigos “amigos”, uma cervejinha no final da tarde, a volta aos hábitos antigos e desagradáveis levam à recaída. Até mesmo as atitudes dentro de casa, no convívio familiar, no trabalho já podem dar sinais de recaída, geralmente, o paciente fica mais agressivo, deixa de frequentar grupos de auto ajuda, e assim por diante. A família deve estar atenta a este processo e as mudanças de comportamento. Além disso, o paciente deve ter consciência da recaída e trabalhar bem isso na terapia nos grupos. Se recaiu, é hora de levantar e recomeçar. Lembrando que é fundamental viver um dia de cada vez, enfrentando com coragem os problemas e desafios que surgem no dia a dia. Só por hoje ficarei limpo…

2 out 2019



DEPOIMENTOS


  • Endereço

    Avenida Tanner de Melo, S/N – quadra gleba 02, lote parte 02
    Fazenda Santo Antônio Aparecida de Goiânia – GO CEP: 74993-551